Dia #75 – Meu passado no meu presente

Ontem foi o casamento de uma amiga minha.

Amiga há quase 15 anos.

PEDRO II

Estudamos juntas, viajamos juntas, íamos a matinê juntas e quando completamos 16 já podíamos frequentar a night “adulta” dessa mesma boate. Batíamos ponto lá todos os sábados.

CP2

Quando ela operou, eu ia levar a matéria da aula pra ela na casa dela e deixei de sair todos os finais de semana pra ficar com ela até ela ficar boa.

Quando eu fiquei doente, sem poder ir à aula por 15 dias, ela foi a única que foi me visitar pra saber se tava tudo bem.

COLÉGIO PEDRO II

Na véspera de natal ela sempre passava lá na minha casa à tardinha pra deixar meu presente de natal e desejar um feliz natal.

Quando o cachorro querido dela morreu, ela tava lá em casa.

A gente se formou no colégio. Faculdade nova, mundo novo, amigos novos. Cada uma seguiu seu caminho inevitavelmente. E mesmo morando muito perto, quase não nos víamos mais.

Mas ontem, ela entrando de noiva, toda linda, meus olhos encheram d’água. O filme de todos esses momentos passou bem na minha frente.

NOIVA

É, agora a gente é adulta.

Nosso grupinho de adolescentes (já falei dele aqui) é o “Friends Forever”. E levamos isso a risca. Mesmo sem nos falar todos os dias, procuramos nos encontrar quando podemos, e quando nos encontramos é exatamente igual de quando tínhamos 13/14 anos.

1187023729_f

Tenho vontade de colocá-las todas num potinho e falar: Daqui vocês não saem mais, não quero correr o risco de ficar sem vocês mais tempo. Quero viver todos os momentos de vocês e quero que vocês estejam presentes em todos os meus momentos.

Ontem foi lindo demais. Quase todas com seus namorados/noivos. Eles interagindo entre si. Todos felizes. Parecia final de novela, sabe? Que tem sempre um casamento e as pessoas se reencontram felizes.

Quero, de coração, que minha amiga seja eternamente feliz com o agora marido dela. Quero isso não só pra ela, mas para todas as “Friends Forever”.

Friends Forever

E as lembranças de tudo, cada segundo vivido juntos, não saiam jamais de dentro da gente. Porque é isso que nos faz ser amigas.

Ontem me fez pensar o quanto é bom e o quanto é importante você conservar antigas amizades. O quanto é bom saber que você conquistou uma coisa tão difícil que é hoje em dia.

Amigos hoje parecem que são descartáveis. Que você os “usa” enquanto lhe é conveniente, depois de um tempo esfria e você faz um outro amigo que substitui esse.

Fazer novos amigos é maravilhoso, mas olhar pra trás e ver que você pode não ter feito tudo certo, mas que aqueles poucos te apoiaram (mesmo não concordando com o que você fizesse sempre) e continuam com você é incomparável.

Meu conselho de hoje é que se você tem um amigo antigo, que não fala há muito tempo, dá um alô. Liga, manda sms, recado no Facebook. Só pra dar um “oi”, só pra ele ter certeza que você ainda tá aí.

Beijos 😉

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Perceber que me afastei de muita gente importante

O que fiz de bom por mim: Me mostrando presente, mesmo de longe

Anúncios

março 24, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #69 – É sonho? Não me acorda!

Oi, gente! Vocês me perdoam pelo sumiço?

Viajei para Nova York dia 05/12, fiquei lá uns 10 dias e desde que cheguei foi uma correria só com as coisas acumuladas, festas de final de ano e tudo mais.

Essa viagem foi a realização de um sonho. O primeiro sonho que realizei. Nunca soube antes como era a sensação de poder realizar um sonho. E não adianta eu tentar, a sensação é indescrítivel.

Times Square

Times Square

Conhecer cada cantinho, cada novidade, se fascinar com cada detalhe. A decoração de natal, as luzes dos outdoors, o quão avançados eles estão de nós, os cenários que sempre vemos em filmes e seriados, nossa. Ficaria aqui falando horas sobre minha viagem.

Claro que nem tudo são flores, americano, por exemplo eu tô tentando descobrir se eles não gostam de turistas ou de pessoas. Pior ainda se forem pessoas turistas. Estão sempre de mal com a vida, de cara feia, te dão fora por tudo, gritam com você.

Viajei com uma amiga e com a minha mãe. Meu relacionamento com a minha mãe sempre foi meio complicado, temos gênio muito parecido, mas o pensamento e a personalidade completamente diferentes.

Rockefeller Center com a minha amiga e minha mãe

Rockefeller Center com a minha amiga e minha mãe

Nos três primeiros dias, a relação foi bem complicada. Brigávamos muito! Mas muito mesmo! Há cada 10 minutos nós duas brigávamos. Cheguei a achar que não tinha sido uma boa idéia a viagem.

Mas à partir do 4º dia eu não sei o que aconteceu, mas resolvi que essa viagem foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para nós duas.

Não sei se ela mudou, se eu mudei, se estávamos praticando a política da boa vizinhança ou tudo isso junto. Só sei que foi uma delícia depois desse dia, minha mãe ficou carinhosíssima comigo, coisa que nunca foi. Por mais que ela não goste de admitir, sempre foi um pouco fria. Eu também, preciso confessar.

Viajar é maravilhoso, NY é maravilhoso, mas nada como a nossa casa. Nos últimos dias eu já estava contando os segundos para voltar.

Coitada! Eu não sabia o que estava desejando. Se não fosse a saudade que eu tava do namorado, poderia ficar lá pra sempre. O de volta à realidade foi muito complicado, está sendo muito complicado. Sempre que saio na rua com esses 43º que está no Rio de Janeiro, eu quero me teletransportar para os 3º de NY.

Por falar em namorado, a viagem foi maravilhosa, mas eu ficava o tempo todo imaginando o quanto seria muito mais legal se ele tivesse lá comigo.

Já estamos planejando a nossa viagem juntos. Aguardem!

A gente sempre volta diferente de uma viagem. Comigo não foi diferente. Me sinto muito melhor do que quando fui.

Beijos 😉

Para falar sobre qualquer assunto comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Algumas coisas não estão dando certo

O que fiz de bom por mim: Não me dei por vencida. Só vou descansar quando resolver todos esses assuntos com glória

dezembro 27, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #21 – O que me encoraja

Quando estava pegando o elevador para chegar hoje no trabalho, reparei que tinha uma mensagem no Facebook pra mim e resolvi dar uma conferida. Posso dizer que foi uma das maiores surpresas da minha vida o que recebi:

“Fê… essa mensagem, acredito eu, vai te surpreender, mas não poderia deixar de mandá-la.

Eu tô com um orgulho de você acima do normal.
Uma explicação? 
Acima do normal seria pq eu já tenho um orgulho sim de você.
Apesar de distantes, eu olho certas coisas suas e falo: nossa, que legal! Ótima. Um orgulho, sabe? De te conhecer…de ver coisas boas.
Tenho um pouco disso.
Mas o “acima do normal” já já eu vou explicar.
Primeiro queria falar (sim, essa vontade veio DO NADA, mas acho sempre bom elogiar. Não acho nunca demais) – que algumas das suas características são ótimas… inspiram. 

E dar a cara a tapa (tudo bem, isso você sempre deu. Sempre foi uma pessoa cheia de personalidade, que fala o que pensa, mega transparente), e criar um blog sobre a sua autoestima me inspirou demais.

Já falei que não somos tão próximas assim e talvez isso vocÊ nem se lembre….mas eu sou uma pessoa mt sem autoestima e o fato de você ter criado e te acompanhar, me inspiraram e me fizeram ver que algumas coisas são até parecidas. Pensamentos, gestos.
E gostaria de agradecer sua iniciativa, que obviamente foi pensando em SE ajudar…mas que pelo menos a mim, já ajudou bastante.

p.s: to com saudade. nossas conversas renderiam HORAS.

Beijão!”

Não sei descrever a felicidade que fiquei com essa mensagem. Não sei descrever nem o que tô sentindo até agora.

Primeiro de tudo, essa menina é super linda (linda sério) e eu sempre a admirei. Desde a época de fotolog, quando ainda só a conhecia de nome e já acompanhava a vida dela eu já admirava várias coisas. Hoje em dia admiro o trabalho dela, o que ela escreve, tira foto, etc. Cada foto maravilhosa que eu fico babando e pensando que eu queria um dia tirar fotos assim.

Segundo, como eu já disse, pessoas que nunca imaginei, acompanham esse cantinho aqui que não é só meu. Começou mais como uma autoterapia e receber essa mensagem e perceber que estou ajudando à mais alguém além de mim é compensador. Só me faz ter mais coragem de escrever aqui.

Terceiro que muito mais pessoas do que eu pensei têm problemas de autoestima. Achei que fosse um problema exclusivamente de pessoas com distúrbios seríssimos, como eu. Mas não é! É mais do que normal! E tenho aprendido com o blog e com vocês que autoestima nada mais é do que um exercício, um hábito que deve ser regado todos os dias. Oi? Acordou meio mal hoje? Tá se sentindo o cocô do cavalo do bandido? Então o que podemos fazer hoje para mudarmos esse estado de espírito?

Bom, é isso que eu tenho percebido e são as mensagens de vocês que me encorajam nesse desafio de me amar por 365 dias.

Quanto à minha amiga? Essa mensagem acho que serviu para nos aproximarmos mais. Estávamos afastadas fazia um bom tempo. Já estamos conversando, nos atualizando e descobrindo que nossa história é bem parecida. Nossa, que coisa louca!

Texto de hoje: Se Ame

Autoestima de hoje: Média

O que me detonou: Problemas em casa

O que fiz de bom por mim: Ganhei a melhor mensagem do mundo logo pela manhã de uma segunda-feira

julho 16, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.