Dia #47 – Parte 1 – Rios de lágrimas

Gente, ontem chorei praticamente o dia todo. Não é novidade que sou uma manteiga derretida. Até aí, ok! Mas quem inventou o X Factor, com certeza estava pensando em me matar desidratada.

Pra quem não conhece, X Factor é um programa no estilo “Ídolos” e “The Voice”. Sempre choro muito com esses programas, com a história de cada um e principalmente com a reação dos parentes e amigos que ficam esperando pela audição. E o X Factor é o melhor de todos esses programas, porque é com aquela super produção americana, né?! Cada voz, cada história, cada música.

Ontem estreou no Brasil a nova temporada do programa e eu chorei com quase todos os participantes. Nossa, teve um que cheguei até a soluçar.  É a história de uma menina que sofria bullying na escola, sofreu bastante e até fez uma tatuagem escrito “Stay Strong” (algo como “fique forte”, “se mantenha firme”), que por coincidência, a Demi Lovato (uma das juradas do programa) tem uma tatuagem com a mesma frase porque ela também foi vítima do bullying.

A menina era fã da Demi (depois de ontem, por todo o programa, eu também sou fã da Demi) e se emocionou durante toda a audição, a música era linda, a voz dela era linda, todos os jurados se emocionaram, os outros candidatos que estavam na sala de espera levantaram para aplaudí-la de pé (sente o quanto isso é lindo?) e no final a Demi deu um abraço de consolo nela, dizendo que agora está tudo bem.

Foi lindo demais, vejam aqui que eu não estou mentindo em nada:

Mas não foi só isso que me fez acordar hoje com a cara inchada de tanto chorar. Estou recebendo muitas mensagens de apoio à minha sogra (por falar nela, o médico passou hoje lá no quarto e disse que amanhã ela vai ter alta. êêê. Mais uma vitória pra sogra. A próxima etapa é o tratamento com o oncologista) e chorei ontem lendo-as pro meu namorado. Então continuem mandando essas mensagens porque são realmente importantes pra gente.

Pra completar a sessão de chororô do dia de ontem, recebi uma mensagem de uma amiga super querida, mas que estávamos brigadas fazia um tempinho (por motivos tão imbecis que nem vale a pena). No início da mensagem ela disse que acompanha o blog (eu nem imaginava isso) e que ela adora o que eu escrevo e mais, que me admirava muito (nossa chorei demais lendo sozinha e chorei mais um pouco lendo pro meu namorado).

O motivo da mensagem é que a mãe dela está com o mesmo tipo de câncer que o da minha sogra, no pâncreas. Me contou por tudo que estão passando (quase mesma coisa que a gente) e que eles (a família) estão com medo, óbvio. O medo é super normal.

A mãe dela foi a única que não se abalou com isso, é a mais animada e quer ficar boa logo.

Mas apesar de tudo, todos eles estão com muita fé, esperança e se mantendo muito fortes. Esse é o espírito, “Stay Strong, lembra?! Desejei à ela muita força porque sei que, assim como a minha sogra, a mãe dela vai sair dessa, pois são duas guerreiras.

Vou me despedindo por aqui, mas hoje ainda volto para falar de um assunto muito importante, ok?

Querendo falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Inclusive ontem recebi alguns e-mails pedindo a planilha de Controle Financeiro. Enviei para todos, caso alguém não tenha recebido, me dá um toque que eu mando de novo. E caso mais alguém queira que eu mande, só me pedir, ok?

Ah, ontem consegui reduzir meu gasto diário em mais da metade. UAU! Hoje senti vontade de comprar uma coisinha, mas fiquei com vergonha de anotar na planilha isso, daí desisti da compra. Não é demais?

Autoestima de hoje: Muito Mais do que Ótima

O que me detonou: O trânsito misturado com o calor

O que fiz de bom por mim: Chorei de felicidade

Anúncios

outubro 3, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #13 – Eu sei no que você está pensando

Nós e essa nossa mania de querer adivinhar o que se passa na cabeça dos outros.

Outro dia eu coloquei naquele programa que é baixaria todo dia, A Fazenda. E estava um grupinho de pessoas comentando sobre a atitude de um dos participantes. E cada um tinha uma teoria sobre o motivo da pessoa ter feito tal coisa.

“Só se ele fez isso, porque pensou que….”

“Não, acho que ele fez porque tava com raiva da fulana e sabia que se ele fizesse isso, ela ia ficar puta”

“Será? Não acho que ele pensou nisso, não”.

Acho que ele não pensou nisso? Ele sabia que se fizesse isso? Desde quando podemos adivinhar o que se passa na cabeça da outra pessoa?

Isso me fez pensar um pouco. Nós temos a audácia de querer imaginar o que se passa pela cabeça do outro, criamos situações, por vezes fantasiosas demais para a realidade. E às vezes a pessoa não tava pensando em nada disso, fez sem querer.

E aí comecei a viajar no meu pensamento. Fiquei pensando que se eu tivesse num Reality Show desse, como eu agiria. Porque todo mundo sabe que falar mal dos outros em Reality é assinar a própria carta de demissão. Logo, uma pessoa um pouco mais inteligente sabe que está num jogo, é necessário jogar e jogar bem. Eu, querendo ganhar ou chegar até os finalistas iria querer jogar bem, isso inclui não falar mal dos amiguinhos, muito menos de suas atitudes.

Ficar por meses, sem ter nada para fazer, começar a reparar na atitude de todo mundo e não poder comentar para não se queimar? Não inventar nenhum tipo de teoria para explicar a atitude de tal participante? Ou até inventar, mas não poder falar isso em voz alta? Nossa, isso seria uma terapia para mim, viu?!

É inconsciente, nós temos essa mania, mas nunca nos tocamos disso. Nunca paramos pra raciocinar que cada um pensa de um jeito, mas já julgamos suas atitudes, apontamos seu erro e encontramos explicações baseados nesse “achismo”.

Vamos juntos tentar pensar um pouco antes de falar? Ou até mesmo pensar um pouco antes de pensar? Acho digno!

Obs: Olha que lindo o que a minha amiga aqui do trabalho fez no meu cabelo ontem (hoje ela também fez uma linda, mas ainda não consegui tirar foto)

A de ontem

Texto de hoje: Evite Julgar as Pessoas

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Bateram no meu carro ontem enquanto eu tava no trabalho e eu não consigo tirar da minha cabeça isso, o preju que vou ter e como vou ter que resolver

O que fiz de bom por mim: Trancinhas no cabelo 🙂 

junho 28, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 4 comentários.