Dia #78 – Parte 2 – Dica de Filme

Sou viciada em filmes. Por mim, passaria os dias vendo filmes, indo ao cinema. A se eu pudesse, se meu dinheiro desse…

Para a minha felicidade, ontem fomos ao cinema ver “Vai que dá Certo”, um filme brasileiro divertidíssimo.

vai-que-da-certo-

O elenco já é de peso. Bruno Mazzeo, Lúcio Mauro Filho, Fabio Porchat, Danton Mello, Felipe Abib, Natalia Lage e Gregório Duvivier.

Comédia-Vai-que-dá-certo-o-filme

Sou fã do Duvivier, acho ele em si, engraçadíssimo. Só de olhar pra ele já começo a rir. E no filme ele não deixou a desejar.

gregorio-duvivier

Confesso que nunca curti a Natalia Lage, mas com esse filme ela ganhou meu respeito. Além dela estar incrivelmente linda, trabalhou super bem. Adorei o sotaque paulista super puxado que ela fez.

natalia-lage

O filme conta a história de um grupo de amigos daqueles que você jamais namoraria. Sabe aquele engraçadinho da turma, que você adora, mas em hipótese alguma namoraria? Então!

Eles resolvem mudar de vida e com isso assaltar um carro forte, mas não tem a mínima vocação para bandido na vida real, só no video game.

E por conta desse golpe que eles pretendem dar, se metem na maior confusão.

Pra mim, a melhor parte, foi a do sequestro que originou toda a história. Eu ria de chorar, achei que fosse morrer sem ar. Ô sensação boa essa de rir até doer a barriga.

Excelente! Super indico. Garanto à vocês momentos de muita risada. Vale muito à pena.

Pra deixar vocês com o gostinho, assistam ao trailer aqui:

Beijos

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Ah, não esquece de curtir a nossa FanPage aqui do ladinho direito, hein!

Anúncios

abril 17, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #47 – Parte 2 – Outubro Rosa

Pra mim, câncer, é uma doença maldita. Todo munco conhece alguém ou até mesmo já passou por essa situação difícil.

Infelizmente é uma doença muito imprevisível, mas você pode estar sempre fazendo exames para detectar cedo, se for o caso. Porque quanto mais cedo, mais fácil o tratamento. O Câncer de Mama (que é o segundo mais recorrente do mundo), por exemplo, se descoberto cedo, tem 95% de chances cura. Por isso é muito importante que as mulheres façam preventivos contra essa doença.

Infelizmente, a minha sogra não descobriu muito cedo (lembrando que o dela é no pâncreas), então o tratamento está sendo mais complicadinho.

E esse mês de Outubro, é o mês rosa: Mês de Conscientização do Câncer de Mama e Colo do Útero, uma campanha internacional que teve início nos EUA em 1997. O nome é por causa do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

No Brasil, essa campanha começou só em 2002. Os pontos turísticos ganham uma iluminação toda rosa, pra chamar atenção sobre a campanha de prevenção.

Cristo Redentor – Rio de Janeiro/RJ

Elevador Lacerda – Salvador/BA

Palácio da Liberdade – Belo Horizonte/MG

Óbvio que não adianta só colorir pontos turísticos, durante todo esse mês, palestras, conferências e exames clínicos vão ser feitos em vários lugares. Achei aqui a programação do Outubro Rosa em Vitória – ES. Se alguém tiver a informação da programação de mais alguma cidade, me envia para eu colocar aqui, ok?

O Instituto Oncoguia é uma organização que oferece informação sobre o câncer e luta pelos direitos e garantias dos pacientes com essa doença. Eles têm uma página bem legal voltada só para o Câncer de Mama e clicando aqui você pode se informar mais sobre esse câncer, os tratamentos, entrevistas. Vale muito a pena conferir.

Vamos espalhar essa informação, nos conscientizar e conscientizar as mulheres que a gente ama sobre a importância da prevenção!

E querendo falar comigo, já sabe né? Meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Uma amiga (a mesma que me enviou a planilha), leu esse post e mandou aqui nos comentários um site de voluntariados do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Amei e vou me informar melhor pra ver a possibilidade de participar. Querendo saber mais sobre esse programa só clicar aqui.

outubro 3, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #39 – Run Nanda Run

Enfim sexta-feira! O dia tão aguardado na semana. Para alguns, porque pra mim não é muito diferente. Amanhã tenho aula na faculdade de manhã cedo e de tarde eu trabalho, então não me animo muito. Mas já perceberam como sexta tem um ar diferente? As pessoas são mais animadas, mais falantes, diria que é até mais legal trabalhar.

Tô morta, moída! Retornei à minha rotina de trabalhoxfaculdade e todo mundo saber que trabalhar e estudar é uma arte. Pra você ter uma idéia do quanto tô cansada, hoje passei uma super maquiagem porque só Jesus na causa dessa cara acabada, né?! Daí todo mundo aqui no trabalho reparou que me maquiei e eu disse que tinha feito para esconder esse cansaço. A nossa gerente me disse que hoje eu tô mesmo com a autoestima baixa, mas nada disso! Muito pelo contrário. Eu tô tão bem comigo mesma que não quis que a minha aparência abalasse minha autoestima.

Ah, e vocês não sabem: Pedi pro meu namorado me ensinar à correr. Sim, eu sempre corri como a Phoebe do seriado Friends:

Por isso pedi que ele tivesse paciência comigo (não só no início da corrida, como durante e até o final). Como nunca corri na vida, pegamos aqui um programa de corrida para iniciantes que é bem legal.

Ok, eu super morri, coloquei “meus bofi todo” pra fora, mas adorei. Na primeira corridinha, achei que eu fosse morrer, mas que nada! Nem morri. Fiz de novo e de novo. Foi complicado, mas tô aqui, toda dolorida, mas quero mais! Adorei! O namorado prometeu que íamos correr esse final de semana ou na Lagoa ou na orla da praia. Vamos acompanhar os próximos capítulos.

E pretendo conseguir completar esse programa de corrida. Vou mantendo vocês informados.

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Cansaço

O que fiz de bom por mim: Hoje vamos num pagodchenho

agosto 24, 2012. Tags: , , , , , , . Uncategorized. 4 comentários.

Dia #32 – Na fila com o Maradona

Situações inusitadas sempre acontecem comigo.

Ontem, por exemplo, tava na fila pra pagar meu café da manhã quando dois portugueses começaram a conversar comigo e eu conversei com eles como se eu fosse super nativa de Portugal. Eu não entendia nem metade do que eles diziam e, com certeza, era totalmente recíproco. Mas assim fui feliz pela manhã (creio que eles também).

Tudo bem, esse não foi nada demais, mas o fato é que me fez lembrar de um acontecimento muito curioso, eu diria.

É sério, gente! No orkut (que Deus o tenha…amém), uns amigos até fizeram uma comunidade chamada “A Fernanda atrai maluco”. Porque eu atraio MESMO!

Mas vamos pra histórinha de hoje:

Lá em Búzios tem uma boate chamada Privilége (é ótima por sinal, super recomendo). E quando a gente vai pra lá saímos sempre de manhã. De manhã que eu digo é lá pelas 8h da manhã.

Sempre que saímos vamos direto para o Bob’s (que fica super lotado da galera que volta da night) matar quem está nos matando, a fome.

Nesse dia eu tava sozinha na fila gigante e um argentino (lá em Búzios é o que mais tem) resolveu puxar papo comigo, pedir informação, me cantar, até hoje não sei qual era a intenção do Maradona.

Maradona: Le Maradona blablablablabla (eu já tava mais pra lá de alcoolizada e eu não entendo lhufas de espanhol)

Eu: Oi?

Maradona: Le Maradona blablabla?

Eu, na segunda tentativa, parei, pensei, olhei para cima pensando, tentei processar o que ele disse e: Oi??

Maradona já meio irritado: LE MA-RA-DO-NA BLA-BLA-BLA

Eu, fazendo cara de super triste: Desculpa! No coprendo! (naquele portunhol todo)

Maradona um pouco decepcionado: Ahhh (e virou pra frente).

Continuando na fila….

Maradona vira pra mim de novo: Le Maradona blablablabla

Eu: Desculpa. No comprendo mesmo!

Maradona muito decepcionado: Ahhhhhhh… (virou pra frente de novo)

Já no balcão esperando meu lanche ficar pronto e o Maradona do lado esperando o dele, começa a tocar uma música em inglês (acho que tinha passado um carro com som alto) e eu super empolgada cantando. O Maradona me olhou como quem descobre a cura para a Aids.

Maradona: Do you speak english?

Eu, muito feliz que enfim conseguiríamos nos comunicar, respondo MUITO empolgada: YEAAAAH!

Maradona fecha todo o sorriso, dá um suspiro e responde: Ah, “me no”.

Fiquei olhando pra cara dele como quem tenta resolver um problema de lógica.

Porra (pode falar palavrão aqui, Bial?), Maradona! Tá de deboche com a minha cara?

E assim fui embora pra casa super frustrada por não saber o que o Maradona queria comigo. 😦

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Meu celular tá quebrado 😦

O que fiz de bom por mim: Ainda organizando minha vida

agosto 2, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #29 – E eles foram felizes para sempre

Hoje é dia de casamento. Como havia comentado ontem, hoje o meu melhor amigo do colégio casa. Sempre que alguém próximo assim casa, eu fico meio nostálgica no dia.

Ano passado meu primo/irmão casou. Eu lembro que eu já fui pra igreja chorando no carro. Fui lembrando de quando éramos criança, da casa dos meus avós, da gente na escola, da gente caindo na porrada, dele me enfiando a porrada com aquela espada maldita do he-man (traumas absurdos que eu tenho até hoje).

Meu primo nasceu 9 dias antes de mim, vivemos nossa infância toda juntos e nossas fases sempre foram parecidas. Vê-lo casando, pra mim, foi como desapegar de vez da infância, cortar uma fase da vida e me dar conta de que somos adultos (nossa!).

No caminho fui lembrando também de um filme que vi, “Vestida para Casar”, que a personagem principal fala que no momento em que a noiva entra e que todos os olhares estão voltados à noiva, ela olha para o noivo. Que poucos homens sabem apreciar aquela que terão pelo resto da vida (foi algo do tipo que ela disse no filme).

Chegando no casamento, cada cadeira tinha um lencinho de papel. Pois eu usei o meu e o do meu outro primo que estava de padrinho comigo. E quando a noiva entrou, eu olhei pro meu primo e ele tava tão feliz que o olho dele brilhava. Pela primeira vez na vida eu chorei em ver a felicidade de alguém assim estampada.

Olha a felicidade na cara deles

O casamento foi o mais lindo e romântico que eu fui. A noiva estava completamente linda (ela parece a Sandy) e eles estavam totalmente felizes e apaixonados.

E eu ganhei uma prima muito amada. Hoje eles foram morar em Jundiaí e eu morro de saudade (tipo Eduardo e Mônica rs).

Vamos ver como será o casamento hoje. Amanhã eu conto pra vocês.

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Briguei feio em casa

O que fiz de bom por mim: Curtindo a felicidade de quem amo

julho 28, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #28 – Parte 2 – Na próxima vida quero ser homem

Há quanto tempo o dia não tinha parte 2, né? Pois é! Mas sexta é sempre movimentada, né? E essa sexta precisava ser multiplicada por 2 porque cada mergulho é um flash nesse dia, viu?! Haaaja coração!

Bom, amanhã tenho o casamento do meu melhor amigo da escola. Nossa! Nunca imaginei que ele fosse casar. Muito menos casar antes de mim? Ok, Ok! A gente supera essa.

Mas olha casamento dá trabalho, hein! Se tá difícil pra mim, imagina pra noiva? Tadinha! Quero nem pensar.

Deus, vamos combinar uma coisinha aqui agora? Só entre nós dois, entre amigos. Na outra vida, me traz homem, pode ser? Tô confiando, hein!

Gente do céu! Como ser mulher é complicado, como dá trabalho! Tem que rodar atràs de um vestido (coloca aí um dia inteiro se você tiver muita sorte e for uma pessoa muito decidida). Oba! Achou o vestido! Nananinanão! Não se anime! Vá atrás dos acessórios, do sapato, da bolsa. Pensa que acabou? Claro que não, né?! E a maquiagem, as unhas e o cabelo? Ah, sim! Esse babado todo só acabou se você estiver super em dia com a depilação, né gata?

Nossa, definitivamente ser mulher dá muito trabalho.

Homem se preparando para o casamento: Pegar o terno do armário (pode ser esse que ele sempre usa, basta trocar a gravata), colocar no corpo e ficar no sofá esperando sua senhora terminar de se arrumar. Que sonho!

Amei essa foto! Preciso dizer mais alguma coisa?

Papai tô sendo muito boazinha esse ano. Mereço ganhar praticidade na outra vida, hein?!

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Hmm…posso dizer que fui enganada

O que fiz de bom por mim: Fiz desse limão, uma limonada, um impulso para tomar novos rumos

julho 27, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #23 – São crianças como você, o que você vai ser quando você crescer

Preciso contar pra vocês que eu tava aqui em frente ao pc e pensei alto: Sobre o que vou falar hoje no blog?

Meu pai: Cachecol

Eu: Cachecol?

Ele: É (gesticulando)! Cachecol e as mil maneiras de usar, amarrar!

Eu rindo muito e ele: Ué, posso ser seu redator!

Sem mais sobre esse assunto.

Mas já que estamos falando sobre pais e que eu tô ouvindo Renato Russo (você culpa seus pais por tudo e isso é um absurdo…), vamos continuar falando sobre eles.

Tem uma coisa nos meus pais que eu acho muito, mas muito maneiro e que eu quero levar isso para os meus filhos.

Meus pais ❤

Meu pai nunca tira a autoridade da minha mãe e minha mãe também não tira autoridade do meu pai. Eles nunca brigaram por causa de nós (meu irmão e eu) na nossa frente.

Se meu pai tá brigando comigo por uma coisa injusta, mesmo que a minha mãe não concorde com isso, ela fica quieta. Depois eu até vejo ela indo lá no quarto pra falar com ele sobre isso, pra liberar tal coisa pra mim, mas na minha frente, ela jamais faria nada. E meu pai é a mesmíssima coisa.

Eu acho isso muito legal. Tô cansada de ver filhos que não respeitam a mãe porque o pai se mete quando a mãe tá brigando. Ou de filhos que sabem que podem fazer tudo que querem, porque se o pai brigar, a mãe passa a mão na cabeça.

E é aquele lance, né: Educai as crianças para não ser preciso punir os homens.

Existem muitas coisas que eu discordo dos meus pais quando se trata da nossa educação e que fico pensando que jamais faria isso se fosse mãe, mas essa é uma das que faço questão de levar comigo.

Aproveitando a oportunidade, queria dizer pra minha mãe que ela não é culpada pelos meus erros e do meu irmão. Mãe tem essa mania mesmo de que se alguma coisa deu errado na nossa vida, foi porque errou em algo na educação. Mãe, você não tem nada a ver com isso. Depois de uma certa idade nós somos responsáveis pelas nossas escolhas e pelas consequências que elas causam.

Texto de hoje: Pais e Filhos

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Mais arrogância ainda rondando

O que fiz de bom por mim: Reservei um fondue….hmmmmm

julho 18, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 5 comentários.