Dia #64 – Essa tal de testosterona

Recentemente fiz uma descoberta master: HOMEM TAMBÉM TEM TPM! Ô se tem! Ai de quem diga que não.

Podem reparar que eles têm época no mês que estão sensíveis demais, época que estão agressivos. Cuidado que a TPM masculina tende a ser muito pior que a feminina.

Claro que isso tudo não passa de uma brincadeira, apesar de realmente terem dias que parecem mesmo que estão na TPM. Mas para você que acha que esse lance de autoestima é coisa de mulher, está completamente enganado.

Tenho duas provas vivas disso.

O primeiro é um amigo que um dia me disse que estava chateado, quando perguntei se ele queria conversar. Ele disse que estava se sentindo igual a mim quando comecei esse blog. Ou seja, ele tava se sentindo péssimo, porque quando comecei esse blog, eu estava um caco.

Que no dia anterior, foi escolher uma roupa para sair, mas nenhuma cabia nele e as que cabiam, não ficavam bonitas. Meu Deus! Então não é privilégio das mulheres isso?

Perdi as contas de quantas vezes passei por isso. Tipo…..todas as vezes que tenho que sair de casa. Tá, é exagero. Mas qual foi a mulher que nunca olhou pro guarda roupa cheio e disse que não tem roupa para ir a tal lugar?

Isso realmente deixa a gente péssima e, para a minha surpresa, não é diferente com os homens.

Ele ficou muito chateado e parece que quando você não está num bom dia, as coisas começam a te irritar, né? Acabou que brigou em casa, brigou no trabalho e ficou pior do que já estava.

Bom, já o segundo amigo, estava mais gordinho e resolveu fazer uma dieta, malhar. Hoje ele está visivelmente mais magro e, com isso, as pessoas comentam, elogiam.

Apesar de não sermos muito íntimos, sou de reparar muito no comportamento das pessoas, nas atitudes. É uma mania minha. E, nossa! Ele está outra pessoa! Dá pra ver como ele tá mais animado, sabe?! Posta mais fotos no Facebook e nas fotos você percebe que ele tá realmente mais feliz.

E não tô falando que ele tá mais feliz porque está magro. Bem longe disso! Ele tá mais feliz porque ele tá satisfeito com ele mesmo. E ele estando bem consigo mesmo, passa isso para as pessoas que acabam por elogiá-lo. Isso é realmente muito legal.

Acredita em mim, quando você tá bem com você, quando tá feliz com o que você é, as coisas começam a fluir bem demais.

Coisas ruins vão acontecer, claro! Como diria Carlos Drummond de Andrade, que por acaso faria 110 anos hoje, “a dor é inevitável, o sofrimento é opcional”. Eu optei por não sofrer.

Faça um bem à sua vida, se ame mais! Eu estou me amando há 64 dias 🙂

Beijos

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Altíssima
 
O que me detonou: Como sempre, trabalho! 

O que fiz de bom por mim: Aprendi a me amar

Anúncios

outubro 31, 2012. Tags: , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #15 – É difícil ser bonito

Já disse que amo as mensagens de vocês, né? Vocês não sabem o quanto me fazem bem. O quanto eu fico feliz quando alguém fala “Acompanho seu blog”. Pessoas que nunca nem imaginei e que me surpreendem de uma maneira tão gostosa. Nos dias que deixei de postar, recebi algumas sms perguntando o motivo do sumiço. Ain, que gostoso isso! Obrigada por me darem força para continuar me amando! 🙂 (sem trocadilhos, por favor rs)

Bom, por falar em se amar. Essa semana tava no bar com alguns amigos e surgiu o assunto de uma menina que não estava presente (é assim, não compareceu ao evento, virou pauta de debate). Estavam comentando que ela está num relacionamento que o cara deixa ela super pra baixo e aquelas coisas que estamos cansados de ouvir. Primeiro, interrompi o assunto para perguntar se a menina em questão era aquela mesmo que eu achava extremamente linda. Sim, era ela! O assunto continuou…

Até que comentaram que ela sempre acha que o problema está com ela em todos os relacionamentos que não dão certo. Tenho alguns comentários fazer sobre isso:

1- Não gosto quando falam que um relacionamento não deu certo. Sim, se ele começou, ele deu certo. Por alguns dias, meses, anos, mas deu certo por algum momento, correto? Se terminou é porque as pessoas não compartilhavam mais dos mesmos pensamentos, idéias, gostos. As pessoas estão sempre mudando. É super normal isso.

2- Não entendo como uma menina linda não consegue se amar e se valorizar. Sei lá! Penso que deve ser mais fácil se amar quando já se é bonito, não?rs Desculpa, gente! Eu sei que tem pessoas não são tão bem providas de beleza e que super se amam e se valorizam e tal. Ai não sei, é o meu pensamento.

3- Se um relacionamento está desgastado, talvez até próximo do fim. Se a outra pessoa não te respeita, te atende quando quer, te procura quando quer, te dá bolo, enfim, “n” possibilidades. Por que diabos a culpa é sua? Por que o problema está em você e não na outra pessoa? Gente, se essa pessoa não gosta de você ou até mesmo não está preparada para estar numa relação, o problema está todo nela. Não adianta ficar achando que colou chiclete na mesa santa, porque você não fez isso, meu amor!!!!!!

Enfim, cada palavra que falavam sobre essa situação, eu falava mentalmente: Mas ela é linda, gente! Como pode? Termina com o cara, estala os dedos e arruma outro.

Acho que eu sou prática demais para esse mundo.

Texto de hoje: Intensas

Autoestima de hoje: Média

O que me detonou: Tem gente monossilábica comigo

O que fiz de bom por mim: Marquei outra viagem e vou falar disso em outro post

julho 5, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #13 – Eu sei no que você está pensando

Nós e essa nossa mania de querer adivinhar o que se passa na cabeça dos outros.

Outro dia eu coloquei naquele programa que é baixaria todo dia, A Fazenda. E estava um grupinho de pessoas comentando sobre a atitude de um dos participantes. E cada um tinha uma teoria sobre o motivo da pessoa ter feito tal coisa.

“Só se ele fez isso, porque pensou que….”

“Não, acho que ele fez porque tava com raiva da fulana e sabia que se ele fizesse isso, ela ia ficar puta”

“Será? Não acho que ele pensou nisso, não”.

Acho que ele não pensou nisso? Ele sabia que se fizesse isso? Desde quando podemos adivinhar o que se passa na cabeça da outra pessoa?

Isso me fez pensar um pouco. Nós temos a audácia de querer imaginar o que se passa pela cabeça do outro, criamos situações, por vezes fantasiosas demais para a realidade. E às vezes a pessoa não tava pensando em nada disso, fez sem querer.

E aí comecei a viajar no meu pensamento. Fiquei pensando que se eu tivesse num Reality Show desse, como eu agiria. Porque todo mundo sabe que falar mal dos outros em Reality é assinar a própria carta de demissão. Logo, uma pessoa um pouco mais inteligente sabe que está num jogo, é necessário jogar e jogar bem. Eu, querendo ganhar ou chegar até os finalistas iria querer jogar bem, isso inclui não falar mal dos amiguinhos, muito menos de suas atitudes.

Ficar por meses, sem ter nada para fazer, começar a reparar na atitude de todo mundo e não poder comentar para não se queimar? Não inventar nenhum tipo de teoria para explicar a atitude de tal participante? Ou até inventar, mas não poder falar isso em voz alta? Nossa, isso seria uma terapia para mim, viu?!

É inconsciente, nós temos essa mania, mas nunca nos tocamos disso. Nunca paramos pra raciocinar que cada um pensa de um jeito, mas já julgamos suas atitudes, apontamos seu erro e encontramos explicações baseados nesse “achismo”.

Vamos juntos tentar pensar um pouco antes de falar? Ou até mesmo pensar um pouco antes de pensar? Acho digno!

Obs: Olha que lindo o que a minha amiga aqui do trabalho fez no meu cabelo ontem (hoje ela também fez uma linda, mas ainda não consegui tirar foto)

A de ontem

Texto de hoje: Evite Julgar as Pessoas

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Bateram no meu carro ontem enquanto eu tava no trabalho e eu não consigo tirar da minha cabeça isso, o preju que vou ter e como vou ter que resolver

O que fiz de bom por mim: Trancinhas no cabelo 🙂 

junho 28, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 4 comentários.

Dia #12 – Eu não tenho nada a ver com isso

Problema é um raio de uma coisa que todo mundo tem e sempre vai ter. Mas se tem uma coisa que me tira do sério, é uma pessoa passar para todas as outras um problema que é seu, somente seu.

Briguei com a minha mãe. Ok! Quem não briga? Mas o que o meu amigo tem a ver com isso? Por que eu tenho que fechar a cara pra ele que não me fez absolutamente nada? Ou sair por aí distribuindo patadas gratuitas?

Não tô falando que você não tem o direito de ficar chateado, irritado, de mau humor. Jamais diria isso! Pelo contrário, você tem que sentir tudo isso. Precisa extravasar.

O que estou dizendo é que você não tem que descontar nada em ninguém. Até porque a outra pessoa não sabe do que está acontecendo, não te fez nada e ainda pode levar pro pessoal (e é certo que ela vai levar). Vai acabar magoando uma pessoa que a única coisa que fez a ti foi estar no lugar errado, na hora errada.

É até um pouco de burrice. Porque você podia estar aproveitando para contar dos seus problemas para seu amigo, desabafar. Garanto que ele seria a primeira pessoa à te ajudar. Se não puder ajudar, pelo menos te distrair com besteiras. E deixando-o chateado, só vai ter conquistado mais um problema na sua vida.

Eu, por exemplo, ando muito estressada. Muita coisa acontecendo em um curto espaço de tempo. Tudo isso misturado à uma TPM. Daí já sabe, né? Mas eu tento ao máximo não descontar em ninguém a minha irritação. Nesses momentos, eu prefiro até ficar calada. Algumas pessoas até confundem isso com mau humor. Mas nem é. Eu chamaria de prevenção para que não corra o risco de não me irritar com ninguém sem motivo, ou por um motivo muito besta.

Tá faltando maturidade nas pessoas para saber em quem descontar as coisas. Não estou dizendo “olha como sou madura”. Todo dia a gente amadurece um pouco, aprende um pouco. E esse é meu exercício quase que diário (um deles).

Por um mundo com menos patadas e mais compreensão. 🙂

Texto de hoje: A sua irritação não solucionará problemas… 

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Mexeram nas minhas coisas

O que fiz de bom por mim: Tentando não me irritar

junho 27, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.