Dia #75 – Meu passado no meu presente

Ontem foi o casamento de uma amiga minha.

Amiga há quase 15 anos.

PEDRO II

Estudamos juntas, viajamos juntas, íamos a matinê juntas e quando completamos 16 já podíamos frequentar a night “adulta” dessa mesma boate. Batíamos ponto lá todos os sábados.

CP2

Quando ela operou, eu ia levar a matéria da aula pra ela na casa dela e deixei de sair todos os finais de semana pra ficar com ela até ela ficar boa.

Quando eu fiquei doente, sem poder ir à aula por 15 dias, ela foi a única que foi me visitar pra saber se tava tudo bem.

COLÉGIO PEDRO II

Na véspera de natal ela sempre passava lá na minha casa à tardinha pra deixar meu presente de natal e desejar um feliz natal.

Quando o cachorro querido dela morreu, ela tava lá em casa.

A gente se formou no colégio. Faculdade nova, mundo novo, amigos novos. Cada uma seguiu seu caminho inevitavelmente. E mesmo morando muito perto, quase não nos víamos mais.

Mas ontem, ela entrando de noiva, toda linda, meus olhos encheram d’água. O filme de todos esses momentos passou bem na minha frente.

NOIVA

É, agora a gente é adulta.

Nosso grupinho de adolescentes (já falei dele aqui) é o “Friends Forever”. E levamos isso a risca. Mesmo sem nos falar todos os dias, procuramos nos encontrar quando podemos, e quando nos encontramos é exatamente igual de quando tínhamos 13/14 anos.

1187023729_f

Tenho vontade de colocá-las todas num potinho e falar: Daqui vocês não saem mais, não quero correr o risco de ficar sem vocês mais tempo. Quero viver todos os momentos de vocês e quero que vocês estejam presentes em todos os meus momentos.

Ontem foi lindo demais. Quase todas com seus namorados/noivos. Eles interagindo entre si. Todos felizes. Parecia final de novela, sabe? Que tem sempre um casamento e as pessoas se reencontram felizes.

Quero, de coração, que minha amiga seja eternamente feliz com o agora marido dela. Quero isso não só pra ela, mas para todas as “Friends Forever”.

Friends Forever

E as lembranças de tudo, cada segundo vivido juntos, não saiam jamais de dentro da gente. Porque é isso que nos faz ser amigas.

Ontem me fez pensar o quanto é bom e o quanto é importante você conservar antigas amizades. O quanto é bom saber que você conquistou uma coisa tão difícil que é hoje em dia.

Amigos hoje parecem que são descartáveis. Que você os “usa” enquanto lhe é conveniente, depois de um tempo esfria e você faz um outro amigo que substitui esse.

Fazer novos amigos é maravilhoso, mas olhar pra trás e ver que você pode não ter feito tudo certo, mas que aqueles poucos te apoiaram (mesmo não concordando com o que você fizesse sempre) e continuam com você é incomparável.

Meu conselho de hoje é que se você tem um amigo antigo, que não fala há muito tempo, dá um alô. Liga, manda sms, recado no Facebook. Só pra dar um “oi”, só pra ele ter certeza que você ainda tá aí.

Beijos 😉

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Perceber que me afastei de muita gente importante

O que fiz de bom por mim: Me mostrando presente, mesmo de longe

Anúncios

março 24, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #50 – Entre e traga a sua alegria

Olá! Como foram de final de semana? O meu foi ótimo! Super descansei!

Na sexta fui pra casa do namorado e pedimos comida Japonesa. Pra quem é daqui do Rio e curte um bom japa, dou a dica do Bella Pit. Na FanPage deles você pode encomendar seu combinado (o melhor de tudo é que você pode montar o seu combinado do jeito que preferir) e buscar em Vila Isabel ou pedir que eles entreguem. Mas o combinado tem que ser encomendado de um dia pro outro, ok?

Esse foi o que eu pedi na sexta. Tem Francês, temaki, Hot, Philadelphia, Philadelphia exagerado e Skin. Nham Nham

No geral, esse final de semana foi dia de conhecer os parentes TODOS do namorado (alguém teria um buraco para que eu pudesse me esconder? Fiquei roxa de vergonha). Dos mais próximos aos mais distantes. Todos visitando a sogra e a gente adora isso. A distrai e ela acaba esquecendo por alguns minutos a dor, sem contar que super dá uma dose de ânimo nela, né?

Incrivel o carinho que as pessoas tem com ela. Vizinhos, amigos, parentes. Todos se preocupando, ligando, indo visitar. Eu disse pro meu namorado que ele podia se candidatar, porque é só pisarmos fora de casa que começam a chamá-lo para perguntar da mãe dele, oferecer ajuda.

Teve uma vizinha tão fofa, mas tão fofa que levou umas mini pizzas pra ele, pra que ele não fique sem comer, já que a mãe não tá podendo cozinhar. Não é fofo isso?

Não acaba por aí, teve sobrinho indo lá levar o formulário para justificativa de não poder votar, teve a namorada do sobrinho que é nutricionista e foi fazer uma dietinha para sair da desnutrição.

Tem aquele também que não leva nada em mãos, mas leva palavras de carinho, leva um sorriso e isso é o que conta.

Então, você que tem alguém querido que se encontra em situação delicada, reserve umas horinhas do seu dia e vá visitá-lo, dê uma ligadinha. É realmente muito importante isso pra ele e para os familiares.

Mas mudando de assunto, ontem foi dia de votação. E, pra mim, votação sempre foi dia de nostalgia e eu sempre curti. Eu voto no colégio que estudei toda a minha infância praticamente, da 2ª série até a 7ª. É uma delícia entrar naquele colégio por alguns minutinhos, sentir aquele cheirinho que me traz lembranças boas. Passa um super filme na minha cabeça.

Sem contar que os bares ficam lotados. Dia de votação é dia de reencontros. Pessoas voltam aos bairros em que, na maioria das vezes, foram criadas. É passar no meio de algum barzinho e ficar uns 5 minutos só cumprimentando conhecidos.

Essa parte eu nunca curti, sou meio tímida, misturada com anti-social. Confesso que finjo que não vejo algumas pessoas só pra não ter que falar. Desculpa se já fiz isso com alguém daqui, nada pessoal.

E ontem não foi diferente: Senti o cheirinho bom do meu colégio, pude ver que fizeram obras, tá bem diferente, mas não perdeu aquele jeitinho. Depois fui encontrar minha mãe num bar bem tradicional do meu bairro. Eu só fui buscar uma chave e demorei vidas falando com todo mundo.

Eleição me dá preguiça, principalmente porque nunca nenhum dos candidatos que eu votei, foi eleito. Pior ainda com o calor que estava fazendo ontem aqui no Rio, sensação de 50º na sombra. Que me desculpem os politicamente corretos, mas se não fosse obrigada a votar, jamais saíria de casa ontem. Porém, tenho que admitir que esse tipo de coisa que acontece em dia de votação, fazem valer a pena.

Nossa, hoje exagerei. Falei muito. Chega por hoje. Até amanhã! Beijos

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Inclusive, a votação foi um secesso e a maioria das pessoas escolheu para que eu postasse aqui e-mails lindos que eu recebo. O próximo será postado, porém em anônimo.

Autoestima de hoje: Altíssima

O que me detonou: Segunda-feira. Como eu queria voltar uns 3 dias atrás

O que fiz de bom por mim: Apreciei a ajuda de todos

outubro 8, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.