Dia #60 – Descobrir pessoas boas no mundo é como se fosse descobrir um Tesouro

Nossa, estou recebendo muitas mensagens oferecendo ajuda para a minha sogra e eu agradeço imensamente. Toda ajudinha nesse momento é uma imensa ajuda.

Ontem fui na casa do namorado e quando a gente tava entrando na vila (não sei se já contei que ele mora numa vilinha linda, grandinha, parece uma cidade cenográfica), uma família parou a gente para perguntar como ela estava.

Depois que meu namorado contou como tinha sido a consulta ontem com o Oncologista, a moça disse que estavam todos torcendo muito por ela. Que esse problema não é só deles, é de todos da vila e que eles andaram se reunindo lá (imaginei como uma reunião de condomínio do bem) para conversar sobre o assunto e discutir como poderiam ajudar minha sogra.

Esse Oncologista não aceitava o plano dela, a consulta era uns R$200.00 e pouco. E como tinha sido uma vizinha lá da vila que tinha arranjado essa consulta pra ela, eles sabiam o valor. Nessa reunião fizeram uma vaquinha e deixaram o dinheiro para ela (na segunda-feira à noite) pagar a consulta. Não é o máximo isso?

Mais legal ainda foi que o médico não cobrou a consulta, disse que não precisava. É muito legal ver que ainda existem pessoas legais no mundo.

O namorado foi devolver o dinheiro e eles disseram que não precisava. Então usaremos em futuros gastos para o tratamento.

Voltando a conversa com a família da Vila, eles disseram mais umas lindas palavras que agora não me recordo completamente, mas resumindo, ofereceram ajuda para o que precisar, mandaram ter força e que vamos todos (isso inclui, sogra, eu, namorado, pessoal da vila) passar por isso com glória.

Amigo é aquela família que você escolhe. Amigo de verdade não vai te impedir de passar por maus momentos, mas vai te mostrar que pode passar por eles e vai até te ajudar com isso.

Chamo de amigo aquele que sabe ser um e pode ser da sua família de sangue ou não. Saber ser amigo é uma preciosidade que nem todo mundo tem, infelizmente. É saber se doar, saber dividir, saber rir e chorar junto e, principalmente, saber se mostrar presente quando necessário.

Se você tem, pelo menos um amigo, garre-o com força, pois pode ser considerar uma pessoa rica por ter um tesouro em suas mãoes. E o meu muito obrigada a todos os amigos que têm estado tão presentes.

Por falar em amigos presentes, ontem recebi um e-mail de uma amiga que complementa um pouco o que eu falei aqui ontem sobre o processo para começar tratamento no INCA.

Lá no Instituto eles pedem para que os pacientes levem todos os exames, já com o laudo médico, diagnosticando a doença, porque eles não fazem a investigação da doença, só o tratamento. Então o paciente passa por um processo de avaliação do caso e de acordo com a parte do corpo que está o tumor. Cada unidade é responsável por uma parte do corpo.

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Absolutamente nada

O que fiz de bom por mim: Descobri amigos de verdade

Anúncios

outubro 24, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #59 – Tempo é o bem mais precioso

Bom, hoje a sogra foi no Oncologista, mas juro que tô meio perdida.

Ele passou o encaminhamento pro INCA (Instituto Nacional de Câncer), mas disse que não pode garantir a inscrição dela lá. É tão difícil assim conseguir tratamento por lá? Alguém sabe me informar melhor sobre isso? Juro que tô meio perdida!

Pelo que li no site deles, para ser paciente do Instituo precisa ser diagnosticado com a doença e ser encaminhado pelo médico, depois a pessoa passa por uma triagem aonde realiza um cadastro. O médico especialista avalia o caso e tendo a possibilidade, matriculam no Instituto e abrem um prontuário.

Mas  não entendi direito. É essa matrícula que é difícil de se conseguir? Por que? Como fazemos para conseguir? Alguém tem alguma informação pra compartilhar comigo?

Voltando ao caso de minha sogra, o Oncologista pediu que ela fosse quinta-feira num Hospital Público daqui do Rio, porque ele vai estar lá nesse dia e vai fazer uma Ressonância e um Hemograma para ver como está o caso dela, porque tem mais de 1 mês que ela fez o outro.

Confesso que estou angustiada com isso. Queria que a sogra começasse logo o tratamento. Parece que estamos perdendo tempo. E, ao me entender (de completamente leiga no assunto), o tempo é muito precioso nessa hora.

Ok! Nada de perder a energia boa! Ela precisa que estejamos em ótimo humor e é isso que iremos fazer. Vamos com bastante otimismo de que vai dar tudo certo. Porque enquanto tivermos possibilidade, tentaremos com todas as forças.

Ainda não encontrei a sogra e nem o namorado para saber ao certo como eles estão, o resumo da história o namorado mandou por Whatsapp logo que saíram do médico. Então quando souber mais coisa, falo aqui pra vocês.

Agora, querem saber um absurdo que nada tem a ver com esse assunto? Ontem recebi em casa uma multa de trânsito por estar sem cinto de segurança.

Não, o absurdo não é a multa.

O absurdo é porque eu NUNCA ando sem cinto. Eu NUNCA saio com o carro sem antes colocar o cinto. Morro de medo de andar sem. Muitas pessoas conhecidas já sofreram acidentes gravíssimos e foram salvos pelo cinto e algumas infelizmente estavam sem e não tiveram a mesma sorte. 😦

O mais absurdo ainda é que esta via é de velocidade 70km/h, meu cabelo é comprido. Como algum guarda pode ver que eu estou sem cinto nessas circunstâncias?

Não sei direito como recorrer, mas vi aqui nesse site um passo a passo para fazê-lo. Vamos ver se consigo.

Mas que é revoltante, é. A vontade é parar na frente desse guardinha que tem lá e perguntar: “EU NÃO TO DE CINTO? MEU CABELO FICA NA FRENTE DO CINTO. COMO VOCÊ PODE ANALISAR SE EU TÔ DE CINTO OU NÃO?” Se eu desacatar guardinha municipal, eu vou presa? rs

Beijinhos 😉

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Esse absurdo em forma de multa

O que fiz de bom por mim: Não perdendo as energias

outubro 23, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #58 – O primeiro dia do resto de nossas vidas

E aí, como estão? Como foram de final de semana? Conseguiram descansar? Já estão com saudades da Carminha? Eu tô! Estou em luto pelo final da novela.

Bom,  tenho novidades sobre minha sogra. Amanhã ela vai em consulta com o Oncologista que vai encaminhá-la para tratamento no INCA.

Estamos todos bem animados porque o INCA é maravilhoso. Conheço muitas pessoas que falam bem e meu avô mesmo se tratou lá quando teve câncer na garganta, se não me engano (eu era bem pequena).

Para quem nunca ouviu falar, clica aqui para conhecer melhor o Instituto Nacional do Câncer. Li nesse site que para câncer no Pâncreas, o caso dela, o tratamento é a cirurgia, na fase inicial, para retirada do tumor. Como minha sogra está em estado avançado, tem a opção de radioterapia e quimioterapia para diminuir o tamanho do tumor e aliviar os sintomas.

Vamos aguardar a decisão do médico e dar muita força pra sogra passar por isso tudo logo.

Mas mudando de assunto e falando de coisas boas, esse final de semana foi o final de semana dos filmes. Amo demais filmes, livros. E amo mais ainda quando vocês me sugerem filmes e leituras. Podem continuam fazendo.

Os que vi nesse sábado e domingo e super indico para vocês são:

O Exótico Hotel Marigold (indicação de uma amiga querida que deixou aqui nos comentários do blog) – É meio drama, meio comédia. Te prende do começo ao fim, porque se encanta com a história de cada personagem e fica doido para saber o final de cada uma.

Adoro filmes que ensinam coisas para gente. Esse, além de dar  lições de vida, ensina um pouco sobre a cultura da Índia.

Com um elenco de peso, a história é de um grupo de aposentados, que não se conhecem e decidem viajar para a Índia. Todos têm que se adaptar a uma cultura completamente diferente da sua, vivem experiências diferentes e as compartilham entre si,  o que muda completamente a vida deles. Toda viagem traz consigo experiências maravilhosas, não é mesmo? Por isso eu amo viajar.

Mostra principalmente que a vida pode começar de novo quando você deixa de viver no passado. Inclusive, tem uma citação muito boa no filme que no momento não me recordo completamente, mas é algo  como que passado nenhum pode ser mudado, mas o presente é vivido e construído a cada instante, é o que temos de real e concreto. E é o que devemos valorizar, para buscarmos a melhor maneira de sermos felizes e realizados.

Se Beber não Case! Parte II – É comédia. Quem viu o 1, com certeza adorou. Eu, particularmente, preferi o 1, mas esse é bem legal também.

E todo mundo já viveu uma festa que no dia seguinte foi lembrando as coisas por etapa, as pessoas vão te lembrando. Mas não sei se é uma boa idéia lembrar dessas coisas. Definitivamente eu sou mais feliz sem saber o que aconteceu na noite anterior. Afinal, nenhuma boa história começa com um “Naquele dia bebendo suco…”.

– Atividade Paranormal 4 – Terror e Suspense. Sou fã da série, vi todos (menos um que acho que foi no Japão, não sei direito, não foi muito divulgado) e estava super ansiosa com essa estréia desde o início do ano. Não é tão legal nem dá tanto medo quanto os outros e no trailer aparecem umas partes que foram cortadas no filme, essas partes do trailer pareciam dar bastante medo e isso me deixou um pouco decepcionada.

Mas não deixa de ser um bom filme. Gostei mesmo, mesmo que o meu preferido tenha sido o 3. Terror com criancinha é sempre tenso.

Eu sou fã de Terror/Suspense que são meio reais, para você que também é fã, achei aqui uma lista dos 10 suspenses que imitam a realidade. Amei essa lista. Vi quase todos.

Bom, para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Sono

O que fiz de bom por mim: Notícia que a sogra vai ser encaminhada para o Inca

outubro 22, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.