Dia #96 – Quando tudo muda

É incrível como nossa vida muda desde o primeiro minuto que descobrimos que estamos grávidas.

descobrir-que-esta-gravida

Primeiro porque, no início, é difícil pra caramba. Passei muito mal, de um jeito que nunca passei. Ainda passo um pouco, mas já está muito melhor.

Cada dia é totalmente diferente do outro. Você não sabe mesmo que te espera, você descobre uma nova dor, uma nova ala no hospital, uma nova mudança no seu corpo.

hospital

E eu que sempre prezei o hoje, o viver somente o hoje, sem pensar no futuro, me vi fazendo planos. Não só me vi, como só me vejo fazendo planos.

Na verdade, quase não penso mais no presente. Sempre me vejo perdida no futuro.

Bate um medo incrível. Medo de não dar conta do recado. Uma pessoa depende de mim agora e eu mal sei dar conta da minha vida.

medo-de-ser-mae

Me faz pensar a todo momento na minha carreira, é isso mesmo que eu quero? Mas o que será mesmo que eu quero? Mas o que eu quero, vai me sustentar? Vai me fazer crescer?

Me faz meter as caras em tudo. Me sinto mais motivada pra tudo, até pra acordar cedo que nunca consegui.

Agora, uma coisa não posso negar. Me faz ver a vida bem mais bonita.

Agora eu sempre vejo o que as pessoas têm de bom. Que elas não são tão ruins quanto parecem. Tenho me poupado das coisas ruins e me focado nas coisas boas que as pessoas fazem.

lado-bom

E não digo isso só de pessoas próximas. Digo isso também das notícias que vemos por aí.

Tenho mais esperança na humanidade agora. Porque eu carrego um pouquinho do futuro dentro de mim e vou fazer com que ele seja uma diferença.

Vejo agora as coisas ruins que acontecem, não como coisas ruins, mas como oportunidades para a minha vida. Basta eu ser inteligente o suficiente para agarrá-las.

A vida é muito louca. Então não fale que ela é uma porcaria só porque andam acontecendo coisas ruins com você, porque você não sabe o dia de amanhã, o que está guardado pra você.

Em Novembro do ano passado estávamos muito mal. Perdemos minha sogra e meu tio e isso desestabilizou legal a todos. Achávamos que Novembro estaria marcado para sempre como uma época ruim. E foi aí que a vida nos mostrou que não podemos simplesmente prevê-la.

TRISTEZA

Exatamente 1 semana para completar 1 ano de falecimento da minha sogra, descobrimos a minha gravidez. Certeza de que ela que enviou esse presente pra alegrar nossas vidas.

O nome de menina, seria Joana. Porque eu sempre gostei desse nome, sempre fui fã de joaninhas. E também porque minha sogra se chamava Joana (Joana D’arc, nome de guerreira).

Quando descobrimos que talvez nasça no dia de São João, 24/06, decidimos que se fosse menino, seria João. Só depois nos tocamos que Joana é feminino de João.

É um menino, é o meu João. João puro, sem nome composto, simples.

E o João veio salvar minha vida. Veio me mostrar que não preciso tentar ser perfeita, porque nunca vou ser e nem preciso ser.

Beijos,

Nanda 😉

Não esqueça de acompanhar a gente no Facebook. Curte lá:http://facebook.com/365diasmeamando

Para quem quiser falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail éfernanda_carvalho@globo.com. Respondo todos os e-mails que vocês me mandam ;)

Autoestima de hoje: Melhor não há

O que me detonou: Medo

O que fiz de bom por mim: Não tentando ser perfeita

dezembro 18, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #44 – A Alegria é contagiante

Sexta e sábado não pude passar aqui porque passei os dias inteirinhos no hospital com a sogra.

Não tivemos notícia muito boa. A sogra não vai ser operada porque o tumor já está muito grande e a cirurgia não é indicada nesse momento. Na sexta foi um mega soco no estômago, ficamos bem mal mesmo. Mas agora estamos esperançosos que o oncologista vai dar uma ótima alternativa e que vai dar tudo certo.

Na sexta ela fez a endoscopia e deve estar recebendo alta na terça, mais ou menos.

E quando eu achei que meu namorado estaria péssimo, sem forças, ele me surpreende. E tira uma força de não sei daonde e fica com um bom humor que não consigo entender. Admiro muito isso nele, porque não sei se conseguiria não me abalar (pelo menos por fora) no lugar dele.

E essa alegria dele passa pra mim e pra minha sogra, que é o que mais importa. Ele tá sempre brincando com a mãe e ela adora e tá sempre feliz também. Canta, conta piada, conversa com a gente.

Contando isso pra vocês me fez lembrar de uma situação ridícula que aconteceu comigo na quinta-feira.

Eu estava voltando do trabalho num trânsito insuportável, estava dirigindo irritada, triste com tudo que está acontecendo, estressada com o trabalho, tudo de ruim. Eis que passa um motoqueiro (que devia estar com algum fone que eu não conseguia ver por causa do capacete) fazendo uma dancinha muito engraçada, ele estava realmente muito empolgado e eu fiquei olhando ele se afastar dançando até que eu RI. E ri muito.

Fiquei com tanta inveja da felicidade dele que quis ficar igual. Procurei na rádio a música que talvez ele estaria ouvindo e me deparei com um funk, coloquei bem alto e comecei a fazer a tal dancinha esquisita. Sim, foi tosco, mas eu fiquei gargalhando sozinha no carro no meio do trânsito.

Aquele motoqueiro que nem sequer olhou na minha cara, me fez tão bem, tão bem que eu queria poder agradecê-lo por isso.

É incrível, mas até quando você não tem a intenção, a sua felicidade, a sua alegria contagia o ambiente. Por mais que esse ambiente esteja pesado, acredite: um sorriso você vai tirar desse lugar. Mesmo que não perceba, mesmo que o sorriso seja tímido.

Quem nunca se pegou rindo de alguém muito alegre, aquela pessoa que chega e parece que enche todo o lugar com o bom humor, a boa energia?

Que tal fazer o seu dia e o dia de alguém mais feliz?

Agora deixa eu ir lá, porque pausei o último episódio de Sex And The City pra vir escrever esse post. Já sinto saudades da série. Mais do que uma série, uma terapia. Muitos episódios inspiraram vários posts aqui e posso dizer que a coluna da Carrie inspirou o blog. 🙂

E pra você que quer falar comigo sobre qualquer assunto, dar sugestões de posts, dicas e reclamar de alguma coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Mais do que Ótima

O que me detonou: Finalzinho de domingo sempre deprime um pouco, né?

O que fiz de bom por mim: Fiquei agarrada no namorado pegando um pouco de todas as boas energias dele

setembro 30, 2012. Tags: , , , , , , , , , , . Uncategorized. 8 comentários.