Dia #99 – Saindo com a nora

Murphy definitivamente me ama. No meio da semana luto pra acordar 8:30. No sábado perdi o sono às 7:30 da manhã.

Perdi o sono cedo porque tô chateada. Talvez a gente não consiga fazer a obra que eu tanto queria no quarto do João, porque não vamos ter grana. Não tem, não tem, mas é que estou desde novembro pensando em cada detalhe do quartinho dele, comprei revistas pra ter idéias, visito sites, procuro fotos. Enfim, vamos ver ainda se conseguimos ou não.

Sonhei novamente que ele nascia ontem (com 21 semanas). Ele era tão cabeludinho, com os cabelinhos arrepiados (uma amiga disse que quando a gente sonha com o nosso bebê, é porque ele vai ser assim). E tão pequenininho. Só que eu não tinha avisado ninguém, só a minha família que estava lá comigo, e ficava desesperada falando pro Leandro avisar no Facebook para os meus amigos. rsrs

E sábado foi dia de encontrar com a amiga e, enfim, conhecer minha nora que já está com quase 5 meses. Já falei da Samila umas duas vezes aqui no blog e falei do nascimento da Manu aqui também. Quem se lembra?

Pois é, que vergonha, mas só ontem conheci a nossa Manu.

Fomos almoçar juntas e cheirei muito, mordi, beijei. Ela é uma delícia!

bebe

A Samila me surpreendeu, é uma mãezona. Como a pessoa muda com a maternidade, mas ao mesmo tempo, sempre fica resquícios da velha Samila lá, nem que seja no fundo.

mamae

bebe-comendo-papinha

Não é a coisa mais linda?!

Trocamos várias figurinhas. Foi inevitável. Acho que basicamente só falamos disso. rsrs.

Depois fomos numa casa de festas para iniciar as pesquisas para a festa de 1 ano da Manu. Visitamos a casa de festas Safari Kids, que fica no bairro Todos os Santos, bem pertinho do Norte Shopping.

Aos sábados eles só atendem com hora marcada, por conta das festas que eles têm, mas chegamos lá e atenderam a gente mesmo assim (aparentemente não muito satisfeitos por isso).

A casa de festas é linda, limpinha, brinquedos em estado impecável, decoração linda (estava rolando uma festa enquanto estávamos lá), salgadinhos maravilhosos (fizemos degustação e até mini churros têm incluso no valor), tem também mini jantar incluso no valor (mas não fizemos degustação, até porque era de dia).

O que eu não curti? Não achei a moça que nos atendeu muito simpática e nem com muita paciência (já trabalhei em casa de festas e sempre prezei pela simpatia máxima) e achei o preço meio salgado, R$6.890 – ou R$6.590, não me recordo – para 100 pessoas (independente se for de dia ou a noite a festa) por 5 horas de festa. E se você optar por decoração provençal, tem acréscimo de R$600,00 no valor e você ainda fica responsável por levar todos os doces “personalizados” para compor a mesa.

obs: O orçamento que pegamos é para 100 pessoas, mas a casa tem capacidade para até 150 pessoas.

O pagamento pode ser em cheque, dando 20% de entrada e parcelando até a data da festa. Ou em cartão de crédito, em 6x.

Bom, estou contando pra vocês só para que tenham uma idéia. Eu esperava que o valor fosse por volta de R$4.000,00.

E, além disso, na minha opinião, casa de festas é legal para crianças a partir de uns 3/4 anos. Uma criança que está fazendo 1 ano, não vai em nenhum brinquedo, não tem nada pra fazer. Algumas casa de festas até tem uma área baby, não vi se essa tinha. Mas na maioria das vezes, ela acaba de mau humor ou dormindo.

Eu acho que é muito mais válido fazer uma festa em casa ou no play. Aluga uma área baby que é bem baratinho. E hoje em dia tem tantas opções lindas de festas em casa. Mas essa é só a minha opinião. O que vocês acham?

Beijos,

Nanda 😉

Não esqueça de acompanhar a gente no Facebook. Curte lá: http://facebook.com/365diasmeamando

Para quem quiser falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Respondo todos os e-mails que vocês me mandam ;)

Autoestima de hoje: Maravilhosa. Me achando linda com esse barrigão 

O que me detonou: Calor

O que fiz de bom por mim: Fiz as minhas unhas (em casa mesmo), pra ver se eu paro de roer (voltei a roer por conta da ansiedade)

Anúncios

fevereiro 9, 2014. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #97 – Meu final de semana <3

Meu final de semana foi bem tranquilo. Programas tranquilos, para descansar mesmo.

No sábado de manhã fomos na Feira do Rio Antigo (que é também conhecida como Feira do Lavradio). A Feira acontece todo primeiro sábado do mês (esse sábado foi uma edição extra de Natal) na Lapa, na Rua do Lavradio.

feira-rio-antigo

Por favor, quem tiver a oportunidade, vá a essa feira. É maravilhosa, atende a todos os gostos.

Lá você encontra antiguidades lindíssimas, artesanatos, roupas, decoração, instrumentos musicais dos mais variados, móveis (antigos e modernos), comida, etc. De todos os preços. Além disso, tem muita música boa (sempre tem um sambinha, forró e por aí vai). Sem contar com os bares que colocam as mesas na rua e fica tudo cheio e bem alegre. Ah, tem capoeira. Tem gente simpática e feliz.

Eu amo. Sempre procuro ir, mesmo que não vá comprar nada. O que é impossível, porque sempre acabo comprando alguma coisa.

Continuando com nosso sábado, à noite vimos um filme MUITO BOM, “Os Suspeitos”. Recomendo muito. É um suspense/crime que te deixa tensa o filme INTEIRO. É a história de duas menininhas que somem do nada e aí vai a busca corajosa dos pais junto com a polícia. Mas cada cena é sempre muito inesperada. Tudo bem que no final eu fiquei com raivinha, mas deve ser porque vai ter o 2. Mas vejam, porque vocês vão amar.

os-suspeitos

É a história de duas menininhas que somem do nada e aí vai a busca corajosa dos pais junto com a polícia. Mas cada cena é sempre muito inesperada.

Ah, e podem me indicar filmes nos comentários ou por e-mail, porque amo e vejo todos.

No Domingo fui ao shopping, no salão e acabei comprando alguns presentes que faltam, inclusive esse:

havaianas

Tivemos o amigo oculto da vila que moramos.

Adoro amigo oculto, esse ano estou participando de vários e, se eu pudesse, participaria de mais.

Participem também sempre que puderem. Deixem de ser bobos, todo mundo na vida já ganhou um presente ruim no amigo oculto (não foi o meu caso nesse amigo oculto porque eu amei o meu presente). Não importa se o presente é legal ou se não é, esse não é o intuito do amigo oculto. A intenção é estar junto, rindo, uma forma de agradecer o convívio do ano todo.

Como ouvi hoje na Ana Maria Braga (sim, sou fã dela): “Sugestões de presentes para o Natal: para seu inimigo, perdão. Para um oponente, tolerância. Para um amigo, seu coração. Para um cliente, serviço. Para tudo, caridade. Para toda criança, um exemplo bom. Para você, respeito”. (Oren Arnold)

amigo-oculto

Amo Natal, amo essa época. As pessoas felizes, confraternizando por todos os cantos, agradecendo o ano, sendo mais carinhosas, mais compreensivas, fazendo questão de estar perto de quem gosta. Por que o ano todo não pode ser assim?

E pra finalizar meu final de semana mais que delícia, meu primo chegou de São Paulo e nos reunimos na casa da minha mãe (ainda é estranho falar isso, porque era a minha casa e agora é só da minha mãe). Como família é uma delícia, como eu amo.

Beijos,

Nanda 😉

Não esqueça de acompanhar a gente no Facebook. Curte lá:http://facebook.com/365diasmeamando

Para quem quiser falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail éfernanda_carvalho@globo.com. Respondo todos os e-mails que vocês me mandam ;)

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Nada

O que fiz de bom por mim: Feliz por nada

dezembro 23, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #58 – O primeiro dia do resto de nossas vidas

E aí, como estão? Como foram de final de semana? Conseguiram descansar? Já estão com saudades da Carminha? Eu tô! Estou em luto pelo final da novela.

Bom,  tenho novidades sobre minha sogra. Amanhã ela vai em consulta com o Oncologista que vai encaminhá-la para tratamento no INCA.

Estamos todos bem animados porque o INCA é maravilhoso. Conheço muitas pessoas que falam bem e meu avô mesmo se tratou lá quando teve câncer na garganta, se não me engano (eu era bem pequena).

Para quem nunca ouviu falar, clica aqui para conhecer melhor o Instituto Nacional do Câncer. Li nesse site que para câncer no Pâncreas, o caso dela, o tratamento é a cirurgia, na fase inicial, para retirada do tumor. Como minha sogra está em estado avançado, tem a opção de radioterapia e quimioterapia para diminuir o tamanho do tumor e aliviar os sintomas.

Vamos aguardar a decisão do médico e dar muita força pra sogra passar por isso tudo logo.

Mas mudando de assunto e falando de coisas boas, esse final de semana foi o final de semana dos filmes. Amo demais filmes, livros. E amo mais ainda quando vocês me sugerem filmes e leituras. Podem continuam fazendo.

Os que vi nesse sábado e domingo e super indico para vocês são:

O Exótico Hotel Marigold (indicação de uma amiga querida que deixou aqui nos comentários do blog) – É meio drama, meio comédia. Te prende do começo ao fim, porque se encanta com a história de cada personagem e fica doido para saber o final de cada uma.

Adoro filmes que ensinam coisas para gente. Esse, além de dar  lições de vida, ensina um pouco sobre a cultura da Índia.

Com um elenco de peso, a história é de um grupo de aposentados, que não se conhecem e decidem viajar para a Índia. Todos têm que se adaptar a uma cultura completamente diferente da sua, vivem experiências diferentes e as compartilham entre si,  o que muda completamente a vida deles. Toda viagem traz consigo experiências maravilhosas, não é mesmo? Por isso eu amo viajar.

Mostra principalmente que a vida pode começar de novo quando você deixa de viver no passado. Inclusive, tem uma citação muito boa no filme que no momento não me recordo completamente, mas é algo  como que passado nenhum pode ser mudado, mas o presente é vivido e construído a cada instante, é o que temos de real e concreto. E é o que devemos valorizar, para buscarmos a melhor maneira de sermos felizes e realizados.

Se Beber não Case! Parte II – É comédia. Quem viu o 1, com certeza adorou. Eu, particularmente, preferi o 1, mas esse é bem legal também.

E todo mundo já viveu uma festa que no dia seguinte foi lembrando as coisas por etapa, as pessoas vão te lembrando. Mas não sei se é uma boa idéia lembrar dessas coisas. Definitivamente eu sou mais feliz sem saber o que aconteceu na noite anterior. Afinal, nenhuma boa história começa com um “Naquele dia bebendo suco…”.

– Atividade Paranormal 4 – Terror e Suspense. Sou fã da série, vi todos (menos um que acho que foi no Japão, não sei direito, não foi muito divulgado) e estava super ansiosa com essa estréia desde o início do ano. Não é tão legal nem dá tanto medo quanto os outros e no trailer aparecem umas partes que foram cortadas no filme, essas partes do trailer pareciam dar bastante medo e isso me deixou um pouco decepcionada.

Mas não deixa de ser um bom filme. Gostei mesmo, mesmo que o meu preferido tenha sido o 3. Terror com criancinha é sempre tenso.

Eu sou fã de Terror/Suspense que são meio reais, para você que também é fã, achei aqui uma lista dos 10 suspenses que imitam a realidade. Amei essa lista. Vi quase todos.

Bom, para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Sono

O que fiz de bom por mim: Notícia que a sogra vai ser encaminhada para o Inca

outubro 22, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #54 – Profissão Paixão

Sabe o que esqueci de comentar ontem aqui? Esse final de semana eu vi um filme ótimo que queria indicar para vocês, “Jiro Dreams of Sushi”. É um documentário. Sim, sei que muita gente torceu o nariz agora. Confesso que eu faria o mesmo. Mas achei esse muito legal. Conta a história desse senhorzinho muito do fofo aí debaixo.

Ele é dono de um restaurante de apenas 10 lugares, porém o melhor restaurante de Sushi do Japão. Para você ter noção, a refeição lá é por volta de 300 Euros e a reserva tem que ser feita com meses de antecipação. O objetivo dele? Chegar a perfeição.

Os sushis servidos no restaurantes são tão lindos que dá uma super água na boca durante todo o filme.

Eu não consegui identificar o que é isso que ele passa em cima do peixe que deixa assim super brilhoso

Trabalhou a vida toda com isso, se não me engano desde os 12 anos (começou como ajudante de cozinha), e é muito rígido com ele mesmo, com os filhos e todos os funcionários.

O Jiro tem 85 anos e é considerado o melhor sushiman do mundo diz que você tem que amar loucamente o seu trabalho, tem que sentir prazer com o que faz. Trabalhar muito e fazer muito bem feito. E ele enfatiza isso diversas vezes. Inclusive, considera feriados um disperdício de tempo.

Conta também sobre a dificuldade dos filhos em assumirem o restaurante depois que o pai morrer. Porque mesmo que eles façam um sushi superior, as pessoas tem na cabeça o Jiro e vão considerar este do filho inferior ou, no máximo, igual. Então eles vão ter que se empenhar muito.

É muito interessante pois acabamos conhecendo um pouco da cultura japonesa e alguns ensinamentos maravilhosos. Me fez pensar muito. Coloquei aqui um trailer para vocês terem uma noção do que eu tô falando.

Mas posso falar o que me fez pensar muito? Eu admiro muito quem encontrou um ofício do qual é apaixonado, se entrega profundamente e não reclama de nadinha. Conheço algumas pessoas assim e confesso que sinto até uma pontinha de inveja.

Quando terminamos o colégio sofremos pressão para escolhermos nossa profissão e acho isso completamente errado. Com 17/18 anos não temos a mínima maturidade para saber o que queremos fazer o resto de nossas vidas.

Eu, por exemplo, escolhi errado. Escolhi fazer Engenharia de Produção e antes da metade do curso eu já sabia que não era isso, não conseguia me ver fazendo nada daquilo que estava aprendendo. Larguei o curso e fui fazer Administração e posso dizer que sou muito mais feliz que antes.

Mas se é felicidade plena? Não sei. Queria descobrir aquilo que eu fosse completamente apaixonada e trabalhasse como um Jiro da vida. Porque não importa a profissão, se você gosta do que faz, faz isso bem e acaba sendo bem sucedido nisso.

Alguém aqui descobriu essa profissão-paixão? Alguém está nesse processo de descoberta? Me conta?

Pra falar comigo sobre qualquer outro assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Ah, ontem dei uma largadinha no livro “Delírios de Consumo de Becky Bloom” e comecei a ler Ös Diários de Carrie”. Ontem já li 2 capítulos e tô amando. Queria ler tudo de uma vez, mas a pessoa precisa dormir, né?rs

Autoestima de hoje: Média

O que me detonou: Não consegui me lembrar de nada que tenha me detonado hoje

O que fiz de bom por mim: Procurando minha profissão-paixão

outubro 16, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 4 comentários.

Dia #53 – O problema entre eu e eu mesma

Oi, gente! Alguém sentiu saudade de mim?

Quinta passei muito mal, nem fui trabalhar, daí passei o dia todo morgada, por isso nem apareci aqui. Me perdoem?

Sexta foi feriado e revi os amigos em casa, é sempre uma delícia.

Sábado foi basicamente cama-filme-ufc (sim, eu gosto de UFC. E problema de quem fale que é “modinha”. Legal pra você que descobriu antes o quão legal é o UFC, eu só descobri no início do ano passado).

E ontem, domingo, resolvemos dar uma volta na Lagoa. Eu não queria ir, mas ainda bem que mudei de idéia porque foi uma delícia, lembrei o quanto esse tipo de programa é gostoso.

Tenha duas novidades super legais. Uma foi que ganhei de presente do namorado o livro “Os Diários de Carrie”. A história de Carrie antes de Sex And The City. Eu tô super ansiosa que tô até pensando em largar a leitura de “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom” e devorar o livro novo. O que acham?

A outra novidade é bem gostosinha. Ganhei um mais novo amor da minha vida. Sim, sim! Um cachorrinho muito do fofo! Meu amor é um bebê de 55 dias, tem a língua roxinha e se chama Puma.

Como vocês podem ver, ele é tão pretinho que nem dá pra ver o rostinho direito (nem na foto e nem ao vivo)

Ele chegou lá em casa na quinta (pela hora, quase sexta) e até ontem eu tava bem frustrada porque ele não é muito sociável, não brinca e se você vai brincar com ele, ele sai de perto. Mas não sei o que deu nele hoje, que acordou serelepe e enquanto eu me arrumava correndo para vir trabalhar, ele ficava pulando na minha frente e saía correndo e voltava pra eu ir correr atrás dele, sabe? Coisa mais linda do mundo. Uma dó (que dó, que dó, que dó) ter que sair e deixá-lo cheio de gás.

Bom, mas vamos falar de autoestima? E não é que me descuidei, esqueci tudo que venho falando por aqui e me senti uma bosta esse final de semana?!

Eu me senti tão feia, tão feia, mas tão feia que nem quis socializar direito esse final de semana (tava parecendo o Puma). Cheguei até a dizer ontem que não queria sair de casa porque tava me sentindo feia.

Quer saber de uma coisa? Chorei e tudo achando que meu namorado me achava feia também. Coitado do rapaz que nada tem a ver com a minha maluquice.

Mas isso tudo foi bom, sabe por quê? Me tirou da zona de conforto, me fez pensar muito. Me fez pensar em tudo que venho conversando com vocês aqui.

Se eu estou assim o problema é todo meu. Agora eu tenho que aguentar as consequências? Claro que não.

Sabe aquele lance de que não existe gente feia, existe gente maltratada? Então, pensei nisso também.

Pensei em tudo que eu poderia fazer para me sentir mais bonita, o que me faria bem ao me olhar no espelho.

E hoje, segunda-feira, o dia mundial do “vou começar hoje”, estou começando a me cuidar em diversos aspectos. Eu vou sim mudar o que não me agrada e melhorar o que já acho legal.

Mas nunca mais, nunca mais mesmo, quero pensar tudo isso que pensei de mim nesse final de semana. Porque só existe uma pessoa melhor que eu. E essa pessoa sou eu. Pra isso eu tenho apenas que fazer o bem para mim mesma, me renovar, me cuidar e estar sempre evoluindo.

E isso serve para vocês que estão lendo isso aqui. Ninguém no mundo é melhor que você. Basta que não deixe esse pensamento RÍDICULO invadir sua cabeça e que também saia da sua zona de conforto.

😉 Beijinhos

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Baixíssima 

O que me detonou: Baixa autoestima, pensamentos ruins

O que fiz de bom por mim: Me renovando

outubro 15, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #50 – Entre e traga a sua alegria

Olá! Como foram de final de semana? O meu foi ótimo! Super descansei!

Na sexta fui pra casa do namorado e pedimos comida Japonesa. Pra quem é daqui do Rio e curte um bom japa, dou a dica do Bella Pit. Na FanPage deles você pode encomendar seu combinado (o melhor de tudo é que você pode montar o seu combinado do jeito que preferir) e buscar em Vila Isabel ou pedir que eles entreguem. Mas o combinado tem que ser encomendado de um dia pro outro, ok?

Esse foi o que eu pedi na sexta. Tem Francês, temaki, Hot, Philadelphia, Philadelphia exagerado e Skin. Nham Nham

No geral, esse final de semana foi dia de conhecer os parentes TODOS do namorado (alguém teria um buraco para que eu pudesse me esconder? Fiquei roxa de vergonha). Dos mais próximos aos mais distantes. Todos visitando a sogra e a gente adora isso. A distrai e ela acaba esquecendo por alguns minutos a dor, sem contar que super dá uma dose de ânimo nela, né?

Incrivel o carinho que as pessoas tem com ela. Vizinhos, amigos, parentes. Todos se preocupando, ligando, indo visitar. Eu disse pro meu namorado que ele podia se candidatar, porque é só pisarmos fora de casa que começam a chamá-lo para perguntar da mãe dele, oferecer ajuda.

Teve uma vizinha tão fofa, mas tão fofa que levou umas mini pizzas pra ele, pra que ele não fique sem comer, já que a mãe não tá podendo cozinhar. Não é fofo isso?

Não acaba por aí, teve sobrinho indo lá levar o formulário para justificativa de não poder votar, teve a namorada do sobrinho que é nutricionista e foi fazer uma dietinha para sair da desnutrição.

Tem aquele também que não leva nada em mãos, mas leva palavras de carinho, leva um sorriso e isso é o que conta.

Então, você que tem alguém querido que se encontra em situação delicada, reserve umas horinhas do seu dia e vá visitá-lo, dê uma ligadinha. É realmente muito importante isso pra ele e para os familiares.

Mas mudando de assunto, ontem foi dia de votação. E, pra mim, votação sempre foi dia de nostalgia e eu sempre curti. Eu voto no colégio que estudei toda a minha infância praticamente, da 2ª série até a 7ª. É uma delícia entrar naquele colégio por alguns minutinhos, sentir aquele cheirinho que me traz lembranças boas. Passa um super filme na minha cabeça.

Sem contar que os bares ficam lotados. Dia de votação é dia de reencontros. Pessoas voltam aos bairros em que, na maioria das vezes, foram criadas. É passar no meio de algum barzinho e ficar uns 5 minutos só cumprimentando conhecidos.

Essa parte eu nunca curti, sou meio tímida, misturada com anti-social. Confesso que finjo que não vejo algumas pessoas só pra não ter que falar. Desculpa se já fiz isso com alguém daqui, nada pessoal.

E ontem não foi diferente: Senti o cheirinho bom do meu colégio, pude ver que fizeram obras, tá bem diferente, mas não perdeu aquele jeitinho. Depois fui encontrar minha mãe num bar bem tradicional do meu bairro. Eu só fui buscar uma chave e demorei vidas falando com todo mundo.

Eleição me dá preguiça, principalmente porque nunca nenhum dos candidatos que eu votei, foi eleito. Pior ainda com o calor que estava fazendo ontem aqui no Rio, sensação de 50º na sombra. Que me desculpem os politicamente corretos, mas se não fosse obrigada a votar, jamais saíria de casa ontem. Porém, tenho que admitir que esse tipo de coisa que acontece em dia de votação, fazem valer a pena.

Nossa, hoje exagerei. Falei muito. Chega por hoje. Até amanhã! Beijos

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Inclusive, a votação foi um secesso e a maioria das pessoas escolheu para que eu postasse aqui e-mails lindos que eu recebo. O próximo será postado, porém em anônimo.

Autoestima de hoje: Altíssima

O que me detonou: Segunda-feira. Como eu queria voltar uns 3 dias atrás

O que fiz de bom por mim: Apreciei a ajuda de todos

outubro 8, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #45 – Os delírios de consumo de Fernanda Pereira

Oi, Outubro! Seja muito bem-vindo! O vento já traz cheiro de coisas boas e estamos todos precisando muito.

Eu, quando era mais nova, sonhava que Outubro chegasse logo, dia das crianças, muitos presentes. Ô época boa! Mas assim, eu e meu irmão não somos mais crianças, logo meus pais não precisam mais comprar presentes de dia das crianças pra ninguém. Gente, mas por que diabos eles não compram pra gente? Eles não insistem em falar da gente como se nós fossemos crianças? Nada mais justo!

Bom, hoje liguei lá pro quarto que a sogra está internada, ops, desculpe, pra suíte da sogra e ela mesma atendeu.  Ela fica super contente quando alguém liga, porque adora conversar. Daí me contou que ontem mesmo liberaram para ela comer sopinha e que comeu sopinha de não sei o que e não sei mais o que, tudo super animadinha. Adoro ver essa animação, me faz realmente bem.

Daí depois perguntou se eu ia lá hoje. Sabe, eu nem ia, mas depois dessa pergunta fiquei cheia de vontade de ir. Acho que realmente não vai dar, mas vou fazer de tudo pra conseguir.

Mas como a vida não pode parar e não para, esse final de semana dei uma super devorada num livro que tinha começado a ler, mas deixei de lado, o “Delírios de Consumo de Becky Bloom”. Já teve um filme inspirado nesse livro e eu super adorei.

Estou super me identificando com a personagem. Ela acha a vida mais prazerosa gastando dinheiro e fica tentando se enganar o tempo todo (tem coisa pior do que tentar enganar a si próprio). Fica tentando se convencer de que aquilo é importante, que aquele outro ela sempre quis a vida toda, essas entre outras mil desculpas que sempre arranjo para gastar o dinheiro.

O que acontece é que nunca consigo fechar o mês com um dinheirinho sobrando, tudo por conta desses pequenos gastos excessivos. E se tá assim agora, imagina na Copa? rsrs (desculpa, não consegui resistir a piadinha do ano).

Resolvi cortar todos os gastos desnecessários. Vamos ver se eu consigo?

Seguindo os passos que a personagem do livro, Becky Bloom, está seguindo para se controlar, estou anotando todos os meus gastos e no final do dia vou ver o total. A Becky, por exemplo, anota tudo que nem uma doida e no final do dia ela fica espantada de como pode ter gasto tanto em apenas um dia, nem sendo um final de semana (aonde costumamos gastar mais por motivos óbvios).

Tô bem decidida e empolgada, já anotei algumas coisinhas hoje e espero que consiga terminar esse mês com algum dinheirinho extra.

Para quem se interessou pelo livro, tô gostando bastante, mas ainda não terminei. Quando terminar, falo mais um pouquinho pra vocês.

Agora, me desejem boa sorte nessa minha nova fase controlada. Beijos!

Ah, querendo falar comigo, meu e-mail é o fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Ótima

O que me detonou: Nada

O que fiz de bom por mim: Estou tentando me controlar nos gastos

outubro 1, 2012. Tags: , , , , , , , , , . Uncategorized. 7 comentários.

Dia #26 – Tempo, tempo, tempo…sempre ele

Esse final de semana estava conversando com uma amiga que fazia um tempinho que não papeávamos direito.

Ela me contou que tinha voltado a sair com ex dela. A relação dos dois é bem conturbada, já tiveram muitos termina e volta, muitas tentativas de dar certo.

Perguntei se eles estavam voltando e ela respondeu que não e que ela deixou claro isso para ele, que não queria nada sério com ninguém por enquanto e que ele tinha concordado.

E aí que ela disse que tinha que tomar uma decisão e eu quis saber o motivo. Perguntei se a situação a estava fazendo mal, ela disse que não, mas que deveria. Que aliás, a estava fazendo mal. Palavras dela:

  • fazer mal = sei que não vai dar em nada

  • fazer mal = ele não me merece

  • fazer mal = eu poderia estar com alguém melhor

Eu disse que sabia que ele não merecia ela e era por isso que eles não estavam namorando, mas se ela mesmo não queria nada sério com alguém, não veria problema em eles estarem se divertindo juntos.

E que eu concordava que ela poderia estar com alguém melhor, mas que não estava presa a ele. Se conhecesse alguém melhor, não estaria de portas fechadas. O problema é apenas quando se fecha para outras oportunidades sem perceber.

E que se estar com ele, a estava fazendo bem, que estivesse.

Falei que ela não precisa apenas fazer coisas que vão dar em algo. Que mania que temos de achar que se não tem futuro, não é bom. Por que não conseguimos simplesmente viver um dia de cada vez? Viver o próprio minuto.

O filme “Kung Fu Panda” (amo esse filme num grau) tem uma fala maravilhosa que nunca mais esqueci e depois descobri que é um provérbio Chinês: “O passado é história, o futuro é mistério, e hoje é uma dádiva. Por isso é chamado de presente!”

Uma vez fui numa palestra que o palestrante falou uma coisa ótima. Ele comentou que se você colocar um cabo de vassoura deitado entre duas cadeiras, uma criança vai pular para um lado e depois para o outro e depois para o outro e assim na 369ª vez que ela fizer isso, você vai estar super irritado já com aquilo, mas a criança nem vai ligar e vai continuar fazendo. Que a gente se irrita porque depois que fazemos uma primeira vez, já sabemos como é a sensação. A criança, não! Pra ela, toda vez é como se fosse a primeira, porque ela se importa somente com aquela vez que ela tá fazendo, só com aquele momento.

Hmmm, de novo as crianças de te dando moral de vida, marmanjão?! Pois é!

Texto de hoje: Viva o Presente

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Mau humor alheio

O que fiz de bom por mim: Vivendo só hoje

julho 24, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #16 – Eu sou cult

Gente, acredita que a loira aqui ontem escreveu esse post e esqueceu de publicar? Deixei no rascunho! Eita lerdeza!!

Enfim, essa semana fui ao teatro ver “Os Suburbanos”. Super recomendo, é super engraçado (só é um pouquinho longa). É com o Rodrigo Sant’ana e ele é demais, sou super fã de todos os personagens dele.

Vocês costumam ir ao teatro? Sempre que eu vou, eu saio pensando que eu deveria ir mais vezes. É tão gostoso!

Então, quem curte teatro e tiver afim de ir, estou aceitando convites.

Confesso que programas “culturais” são raros na minha vida, mas não sei o motivo. Porque eu adoro!

De vez em quando curto ir em exposições, visitar pontos turísticos. Cinema não conta porque sou viciada e estou lá quase toda semana.

Por falar em pontos turísticos, preciso fazer uma confissão e que sei que muitos irão querer me matar e perguntar “COOOOMO ASSIM??”: Sou nascida e criada na cidade do Rio de Janeiro e nunca nem andei de bondinho e nunca nem fui no Cristo!

Mas como assimmmm??? Não sei! Sempre tenho vontade, mas acabo nunca indo.

Pronto! Tá decidido! Vou aproveitar que Tá um final de semana lindo no Rio e vou amanhã mesmo andar de bondinho e visitar o Cristo!!

Agora só preciso arrumar cia. Alguém se propõe?

Texto de hoje: 10 coisas (quase de graça) para se fazer no Rio de Janeiro

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Nadinha

O que fiz de bom por mim: Fui dar uma volta à pé  e sozinha pelo meu bairro (que é super gostoso, por sinal)

julho 7, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 8 comentários.