Dia #93 – Extremos

Só consegui aparecer aqui agora porque esses meus dias  foram corridos e conturbados.

Sexta à noite tinha convencido o príncipe a ir na academia comigo (temos um crédito na academia aqui do lado de casa). Nos arrumamos, mas passamos antes no mercado pra comprar algumas coisas pra lanchar e não ir de barriga cheia.

Quando pisamos no mercado, o celular dele toca e eu já sabia:

– É a sua vó, né?

– É.

A vó dele havia falecido.

Tanto eu, como ele (principalmente ele), levamos de boa. Já estávamos esperando por isso.

Ele resolveu os detalhes do enterro, fomos ao hospital encontrar a madrinha dele e o primo.

No dia seguinte foi o enterro e ele se manteve bem forte, me surpreendeu completamente. Eu não sei se conseguiria estando no lugar dele.

À noite foi o casamento da minha amiga de infância. Ficamos amigas quando tínhamos por volta de 4/5 anos. E foi amor à primeira vista. Nos conhecemos plantando uma árvore na nossa rua e hoje em dia essa árvore tá giga. Posso dizer que a nossa amizade foi eternizada no primeiro dia que nos vimos.

Os nossos pais foram amigos de infância, nossas tias amigas de infância, nossos irmãos que nunca se bateram rsrs, mas se conhecem desde a barriga.

O príncipe não estava muito animado pra ir. Mas eu, minha mãe e o pai dele o convencemos de ir. Para distrair um pouco a cabeça, não ficar em casa triste e pensando em besteira.

Esse dia foi o dia mais esquisito da minha vida.

O dia que chorei de tristeza e chorei de alegria. O dia que começou fechando um ciclo e terminou começando outro ciclo.

Se bem que, sempre que um ciclo se fecha, outro sempre se inicia.

Minha amiga estava maravilhosa. Eu cheguei um pouco atrasada, por conta da correria do meu dia, e quando cheguei ela já estava dentro do carro. Fiquei esperando do lado de fora da igreja para ser uma das primeiras a vê-la. Enquanto eu esperava ela sair do carro, eu me tremia toda de nervoso. E quando ela saiu…nossa senhora. Maravilhosa.

noiva-saindo-do-carro

Eu chorei junto com ela quando ela estava entrando na igreja. Chorei junto com ela quando ela disse as palavras de juramento do casamento.

Impossível não passar um filme na cabeça num dia desses. De todos os momentos importantes e sem importância que já passamos juntos durante uma vida inteira.

Quero que ela seja eternamente a pessoa mais feliz do mundo, assim como foi a noiva mais linda do mundo.

Minha irmã de alma, de coração, de tudo mais.

amiga-irma

Ah, me comportei até muito bem no casamento. Tomei metade de um refrigerante, porque quando cheguei tava doida de sede. Mas depois, à noite inteira, foi água. Não comi bolo, nem docinhos. E pra falar que não jaquei, provei um bombom. 🙂

Quando saímos, cada um ganhou amêndoas e bem casados. Já pedi para o príncipe esconder todas essas delícias de mim. Ele pode até comer as que eu ganhei, mas que não seja na minha frente porque será uma tortura.

Hoje conseguimos correr um pouquinho. Tô começando bem leve. Caminhei bastante e depois alternei 30 segundos de corrida com 1 minuto de caminhada.

Começamos o desafio 30 todo dia. Nesse desafio, temos que em 30 dias seguidos, fazer reeducação alimentar e, pelo menos, 30 minutos de atividade física. Ao final dos 30 dias, posta foto do antes e depois e diz quantos quilos emagreceu.

Baixei também alguns aplicativos pro celular que estou testando, depois falo sobre eles pra vocês.

E vamos continuar o foco, a autoestima, vamos trocar idéias, vamos nos incentivar.

Fiz um instagram para poder falar do meu dia-a-dia nessa nova fase de atividade física e dieta. Lá dou dicas também. @365diasmeamando Segue lá 😉

Se quiser, pode acompanhar também pelo Facebook. No Facebook, além dessas dicas, também posto outras dicas de autoestima e vocês também ficam sempre ligados nos posts. Curte lá: http://facebook.com/365diasmeamando

Para quem quiser falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Respondo todos os e-mails que vocês me mandam 😉

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Hoje? Nada

O que fiz de bom por mim: Comecei a correr

setembro 29, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #89 – O sofrimento às vezes é bom

Desde semana passada que estou querendo vir aqui escrever esse post, acabei adiando, adiando, mas acho que agora eu preciso escrever sobre isso.

adiar

Tenho visto pessoas queridas perdendo pessoas queridas, perdendo empregos, perdendo um monte de coisa. Eu mesma, perdi um amigo querido nesse final de semana. Uma morte repentina que deixou todos em choque.

Então aproveitei que o princípe não vai dormir em casa hoje. E pra ocupar a cabeça, vim escrever. Nesse mesmo período, no ano passado, minha cabeça estava com a mesma aflição, porque ele dormia no hospital com a mãe dele. E hoje eu vi essa história se repetir quando ele saiu de casa pra dormir no hospital com a vó dele.

A vó dele é bem velhinha, tá internada e os médicos disseram que provavelmente, ela não vai sair dessa.

E eu me volto ao meu antigo problema de não saber o que dizer a ele nesse momento e me sentir uma completa inútil e péssima namorada.

medo

Só que dessa vez eu tô mais madura, ele também. Estamos mais tranquilos. Bem mais, acho que nem tem comparação.

Falei pra ele beijar e fazer muito carinho nela, aproveitar muito esse tempinho junto com ela.

Mas continuando o assunto, na semana passada fiquei pensando no sofrimento que as pessoas passam, quando não se tem força nem para levantar da cama.

Fiquei pensando que sei como é isso. Olhei pra trás e nem acreditei que conseguimos passar por tudo aquilo, que na época tínhamos a sensação de que nunca teria fim a dor. Dá um alívio tão grande ver que vencemos, que nem sei explicar direito a sensação.

E aí que pensando nisso nesse dia fui pra aula de liderança. Minha professora de liderança é uma velhinha, com tom de voz baixo, movimentos lentos, óculos maior que a cara. Mas, sim! Ela dá aula de LIDERANÇA! Não consegue nem liderar a turma que não para de falar e fala mais alto que ela, mas sim! Ela dá aula de LIDERANÇA!

velhinha-oculos-grande

A aula dela é no último tempo da noite. Eis que ela apaga a luz e diz que vai passar um filme. Quando eu estava quase dando boa noite e deitando no fichário, resolvi prestar atenção no início do filme e foi a melhor coisa que eu fiz.

O filme era sobre o filósofo Nitzsche. E aos poucos, descobri que penso muito parecido com o que ele defendia.

Ele dizia que para conseguir algo que se queira, é preciso sofrer. Que dificuldades são normais, não devemos entrar em pânico ou desistir, porque não é o fim do mundo absoluto. Sempre há um novo mundo depois do fim do mundo.

friedrich-nietzsche

Todos nós nos beneficiamos do fracasso e da dor. Como apreciar o sucesso, se nunca tiver fracassado?

O jardineiro é um super exemplo disso tudo. Ele pega raízes feias e extrai a beleza delas. Faz nascer delas algo bonito. E é o que devemos fazer com nosso sofrimento, nossa dor, nosso fracasso. Devemos extrair algo de bom.

Nem tudo que nos faz sofrer, é ruim. Como nem tudo que nos deixa feliz, é bom.

Felicidade não é fugir dos problemas, é enfrentá-los e tirar algo bom deles. Então não tente fugir, de uma forma ou de outra, dos seus problemas. Não se afogue em um copo de cerveja, porque nela não está sua solução (Beijo SPC e Raça Negra).

E como todo mundo sabe, “Aquilo que não me mata, só me fortalece”. E agora, graças a Deus, eu estou bem mais fortalecida.

Beijos,

Nanda 😉

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com. Queria dizer que tô muito contente. Estou recebendo e-mails e comentários de várias noivinhas. Algumas que dizem passar pelo mesmo caso que eu, outras que fecharam na mesma casa de festas. Vocês são lindas! Amo os e-mails de vocês e respondo todos.

E não esqueçam de curtir nosso Facebook. Sempre coloco fotos, mensagens lá. http://facebook.com/365diasmeamando

Autoestima de hoje: Boa

O que me detonou: Provas, provas, provas

O que fiz de bom por mim: Percebi que não fugi e estou fortalecida

setembro 24, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.

Dia #88 – Habemus Data

Habemus Data!

Fumaca-branca

17 de Outubro de 2015 vamos casar. Fechamos a casa de festas ontem.

Nossa, 2015? Sim, 2015.

2 anos! Sim, era o que eu conseguia pagar.

2-anos

Uma amiga disse: “Nossa, até 2015 eu já morri”

Minha resposta: “Pra você ver, você morre e eu não acabo de pagar essa festa”.

“Ah, mas com esse dinheiro você faz muita coisa. Você viaja pra muito canto, você blablabla…”

Tá, eu sei de tudo isso. Meu pai mesmo já me disse que é a maior burrada que eu vou fazer na minha vida (não o casamento, a festa) e que ele não vai participar disso (financeiramente).

não

Mas quem não tem esse sonho, nunca vai entender.

Nunca vai entender o que é sonhar com isso quase que todas as noites quando coloca a cabeça no travesseiro.

Nunca vai entender o que é ficar planejando cada detalhe desse dia desde criança.

Nunca vai entender a emoção de ver um vestido de noiva.

vestidonoiva

Nunca vai entender a tristeza que fiquei no Domingo depois de fazer as contas e achar que não daria pra fazer a festa. Depois de quase desistir de tudo. Do quanto eu chorava compulsivamente e via o meu noivo chorar por achar que é culpa dele por não poder me dar tudo que eu quero.

Mas depois, com calma, fizemos novamente as contas, vimos aonde podíamos economizar e decidimos que daria pra fazer.

Ontem fomos fechar a casa de festas que tínhamos visitado no sábado e que eu já tinha ido no casamento da Samila (quem não sabe quem é Samila, leia o post anterior).

Mas tá aí, quem não tem esse sonho, nunca vai entender como eu fiquei ao sair da casa de festas. Como eu fiquei andando nas nuvens. É uma sensação que nem sei descrever aqui.

Pra quem quiser conhecer a festa, clica aqui no site e no Facebook deles.

elite

Fechei uma festa super pequena, só pra 100 pessoas. Falando assim, parece ser muita coisa. Mas pensa que eu só tenho “direito” a 50 convidados e que essa é quase a quantidade da minha família.

Acho que vou criar muitas inimizades fazendo essa lista de casamento. rsrs. Mas espero que entendam (se você está lendo isso e em 2 anos não for convidado, não fique com raiva de mim, não é porque eu não gosto de você). rsrs

Finalmente minha felicidade já tem data e, além de eu estar contando os dias, tenho um casamento inteiro pra resolver. ❤

— Espero conseguir falar de outro assunto, sem ser casamento, nesses 2 anos que vêm por aí rs —

Beijos,

Nanda

Pra falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Enxaqueca dos infernos

O que fiz de bom por mim: Sou noiva. Finalmente vou realizar meu sonho

setembro 3, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 10 comentários.

Dia #87 – Vida, vida, vida

Quando eu disse ontem que Agosto não tem nada de desgosto, apenas bons gostinhos, eu estava falando muito sério.

Ontem veio ao mundo, uma princesa linda.

Lembra que uma vez postei aqui fotos da minha amiga gravidinha, que foi meu primeiro ensaio fotográfico? (Inclusive, quem quiser acompanhar nosso trabalho de fotografia só ir em http://facebook.com/joaninhafotografia )

grávida

Então, a Manu nasceu. E eu tô louca, louca, louca de vontade de conhecê-la e fotografá-la. Já vi uma fotinho dela e posso afirmar para vocês que é a coisa mais bochechuda e cabeluda do universo.

Eu tô muito feliz, que nem sei dizer. Eu tô feliz porque passa o tempo todo um filme na minha cabeça, sabe?

Eu conheci a Sami (mamãe Samila) quando nós éramos estagiárias de uma fábrica de cosméticos no fim do mundo. Ela era a estagiária chefe. Cof Cof. Todo munco achava ela uó, porque nunca deu mole pra ninguém. Eu era uma das únicas que nunca achei, ela era meu docinho.

docinho

E assim ela foi me ensinando muita coisa, fomos ficando amigas e posso dizer que tenho acompanhado todas as fases importantes da vida dela e ela da minha. Inclusive a mãe dela é a minha leitora mais assídua. Beijos, Tia Sol!

Quando eu comecei a dirigir o carro sozinha, ela era a corajosa que ia comigo me ensinando os caminhos errados. Do tipo: “ahhhh, era ali que tinha que entrar”. Isso é ótimo para quem ainda não tem segurança no volante, só que nunca.

No dia que ela foi entregar a Monografia dela, adivinha quem a acompanhou? Eu mesma! Só não assisti a apresentação porque ela pediu que não fosse, seria menos uma para deixar ela nervosa. rs

E assim ela se formou, acabou saindo lá da fábrica, mesmo eu falando pra ela não fazer isso porque o outro trabalho não tinha nada a ver com ela. Mas, não me escutar, é um dos atributos dela.

formanda

Fui madrinha do casamento dela. Fui com ela em várias lojas escolher o vestido, fui na prova final do vestido. Ela tinha acabado de tirar carteira, fomos de carro com ela dirigindo. Ela bateu com o carro, depois o carro quebrou e ficamos na calçada com fumaça saindo do carro.

E no dia anterior ainda tinha tudo pra preparar (outro atributo dela). Eu que fui buscar o vestido de casamento dela e ainda escolhi o arranjo que ela ia colocar na cabeça, porque ela me deixou com essa missão. Todo mundo achando que eu era a noiva, mas quando eu expliquei que não, a moça da loja ficou com pena de mim e da minha missão de madrinha e deixou eu levar 3 tipos de arranjos diferentes para ela escolher qual usar.

E no dia anterior ao casamento também ela me fez escolher as músicas de cada etapa do casamento, me fez escolher fotos dela na casa dela e fotos do noivo na casa dele (não, eu não era íntima dele e nem da família).

Ainda no dia anterior, fui com ela na apartamento novo que eles iriam morar, vimos alguns presentes, separamos outros e fomos trocar no shopping.

presentes

Enfim chegou o dia do casamento. Ela me fez me desesperar para fazer um vídeo com essas fotos, me maquiar, fazer cabelo, ir revelar umas fotos ampliadas que tinha que colocar na mesa, mas que ela não tinha feito, obviamente. Tive que correr antes na casa de festas para deixar as fotos, corri pra igreja porque não ia dar tempo e quando cheguei lá não tinha ninguém, nem o noivo. Sim, senhoras e senhores, ela me disse o horário 1h antes para que eu não me atrasasse.

E quando você pergunta pra ela porque não resolve as coisas antes, ela diz que gosta de emoção.

O casamento foi lindo, deu tudo certo, eu chorei horrores quando a vi entrar na igreja. Chorei porque ela estava linda, porque senti um alívio de dever cumprido e porque sou chorona mesmo.

Em Janeiro desse ano, mandei uma mensagem pra ela convidando-a pro meu aniversário. Ela disse que não dava pra ela ir, que depois me contava o motivo, que queria contar pessoalmente. Pronto, tá grávida. Nos encontramos para comemorar na Tijuca, mas daí ela lembrou que não sabe subir a ladeira da garagem do Shopping Tijuca e fomos pro Norteshopping porque é plano. rs

Tiramos foto dela gravidinha. E foi um dia super delícia com esse casal super delícia.

Passei dois meses falando pra fazermos um chá de bebê e ela disse que não daria pra fazer, não daria tempo. Eis que num domingo recebo uma mensagem dela me convidando para o chá de bebê na semana que vem. Sim, a Samila resolveu fazer um chá de bebê em 1 semana. Sim, ela me enlouqueceu que nem fez com o casamento. Sim, ela gosta de emoções, lembra?

Eu não pude ir no chá de bebê porque estava trabalhando, mas pelas fotos foi um sucesso.

E nesse tempo eu sempre pensava “Meu Deus, Samila tá grávida. Que louco isso. Samila mãe! Ela vai deixar essa criança cair no chão, vai esquecer ela no carro. Socorro!” E tenho certeza que ela tem (ou teve) esse medo.

mae doida

Eis que no dia 28/08, horas antes dela ir pra maternidade, mandei uma mensagem: “Tá com medo de não dar conta do recado? Esquece isso, confie nos seus instintos e curta sua pequena”.

Porque eu tenho certeza que ela vai dar conta do recado, ela sempre dá. 🙂

E esse é o legal da amizade. Poder passar por tudo isso, e depois lembrar de tudo com carinho. Dá uma sensação gostosa no coração.

Beijos,

Nanda

Pra falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Marromeno

O que me detonou: Cansaço

O que fiz de bom por mim: Vou ao salão ter um dia de menininha hihihi

agosto 30, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #79 – Renovando a alma

Eu ando tão cansada que nem sei. É trabalho-Faculdade a semana toda. Só sei que sexta-feira tive crise nervosa, sábado idem. Os únicos dias que estou tendo livre são aos domingos.

E posso dizer que esse domingo valeu por todos os outros dias da semana de trabalho.

Lá em casa eu e o noivo temos dia pra tudo. Terça é dia de cineminha, sexta é o dia de pedir comida (dificilmente pedimos comida em outro dia para economizarmos dinheiro), sábado é dia de filminho à noite e domingo combinamos que seria o dia de fazer coisas diferentes juntos.

Nada de cortar cabelo, de ir ao salão, de ver tv, etc. Isso tudo a gente já faz (ou pode fazer) durante a semana toda. Mas Domingo é meu único dia de folga, o único que eu tenho dia todo livre pra curtir ele.

Claro que não precisa seguir à risca todos os dias da semana. Nessa sexta, por exemplo, não pedimos comida, mas ontem antes de dormir deu uma fominha, pedimos comida.

Por falar em pedir comida, vocês conhecem os aplicativos/sites de pedir comida sem ter que ligar? Os que eu mais uso são iFood, Comer na Weeb e Peixe Urbano Delivery. O bom é que você pode ver quais os restaurantes perto de você estão aberto, quais entregam na sua casa, o cardápio todo, montar o pedido do jeito que quiser e ainda pode ver as opções de pagamentos possíveis para aquele lugar.

É muito legal, porque sem essa opção você acaba sempre pedindo naquele mesmo restaurante de sempre que você já conhece, aquele mesmo prato de sempre, que é o único que você conhece. Até porque ninguém vai ligar pro restaurante e pedir pra atendente falar todas as opções de prato que tem (e o que compõem cada prato), né?!

O bom do iFood é que tem mais opções que os outros e se o restaurante não confirmar o seu pedido em 4 ou 5 minutos (não sei ao certo), o pedido é cancelado automaticamente.

O bom do Comer na Web é que você pode acompanhar se o restaurante recebeu o pedido, se ele está sendo preparado ou se já saiu pra rua. Essa é uma ótima ferramenta pra você acompanhar o status.

E o bom do Peixe Urbano Delivery, além dessa mesma ferramenta do status, é que o pagamento é online. Daí o restaurante só entrega, não precisa sair de pijama e ficar esperando o cara contar o troco ou a máquininha do cartão dar sinal de vida.

Mesmo assim, estamos evitando pedir no Peixe Urbano Delivery porque já tivemos dois pedidos cancelados. Um porque não entregava no nosso endereço e o outro porque já estava fechado. Infelizmente, o controle deles não é tão eficiente assim.

Maaaas, voltando ao nosso assunto, ontem fomos ao Jardim Botânico fotagrafar minha amiga querida que está grávida. Foi uma manhã/tarde muito agradável com ela e com o marido (que tive o prazer enorme de ser madrinha de casamento deles).

Essa é apenas uma prévia do ensaio lindo. Depois posto mais fotos desse ensaio aqui e posto também a minha FanPage sobre  esses ensaios e outras coisinhas que estou fazendo.

grávida

Pra quem não foi no Jardim Botânico, não perde tempo, vai! Um dos lugares mais lindos que eu já vi. Cada coisa maravilhosa. A entrada é por volta de R$6,00. Um lugar super gostoso pra passear, fazer um pic nic, ler, fotografar. Mas não esquece de levar o repelente, hein?! rs

Depois fomos com meu primo e a namorada no mirante do Leblon. Outro lugar super gostoso! Uma vista deslumbrante. Mas precinho de petiscos super salgado.

Pra fechar a noite, demos uma passada ma Babilônia Feira Hype. Amo essa feira, ia sempre e estou muito feliz que está de volta. Marcas de todos os lugares vão expor seus melhores produtos. Confesso que fiquei decepcionada com o tamanho dessa edição, as edições anteriores eram, no mínimo, umas três vezes maiores.

Tudo isso em um dia só me deixou cansada, mas cansada de um jeito diferente. Eu diria que me deixou renovada.

Tenta você também ter um dia desses, super aconselho.

Beijos (e não esquece de curtir nossa FanPage aqui do ladinho direito)

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Boa

O que me detonou: Trabalho

O que fiz de bom por mim: Renovei a alma com coisas prazerosas

abril 22, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia 78 – Lá vem a noiva

Acho que quem acompanha aqui já sabe que vou casar. Sonhei com isso a minha vida inteira, com o momento em que eu enlouqueceria preparando as coisas pro grande dia.

Pois é, esse momento chegou. Mas não quero me precipitar.

Ando lendo muitos blogs de casamentos. Os meus blogs preferidos são o Casamenteiras (esse eu tô lendo todos os posts antigos, já estou na página 84) e Casando Sem Grana (esse tem idéias ótimas) – Vou colocar os dois na lista de blogs que leio que fica aqui no canto direito. Além disso, ando curtindo páginas no Facebook sobre esse assunto, vendo muitas fotos no Pinterest. Até baixei um aplicativo ótimo no celular, o Casando (tem um checklist perfeito que vai te dizendo a época que tem que fazer tal coisa).

casando

Claro que é muito dinheiro, mas dá pra economizar, sim.

Por isso eu tô pesquisando muito antes de me decidir pela casa de festas certa. É importante que saiba que não existe uma casa de festas CERTA, a perfeita para qualquer casamento. Quando digo sobre a casa de festas certa, digo a qual mais  te agrada em questões de decoração, serviços oferecidos, atendimento e que vai de acordo com seu orçamento.

Uma coisa muito importante que minha amiga disse é que se você não curtiu algo, mesmo que seja o mínimo detalhe, não fecha. O atendimento tem que ser maravilhoso. Você vai passar 1 ou 2 anos acertando detalhes com essa pessoa que vai te atender, você vai estar gastando muito dinheiro e ser mal atendida ou não gostar do serviço que está sendo prestado, não dá, né? Mais um motivo pra pesquisar MUITO!

Minha amiga me mandou uma lista de casa de festas do Rio de Janeiro. Eu, como uma fã de planilhas, fiz uma na qual que eu possa controlar se já solicitei orçamento, se já recebi esse orçamento, quanto é cada coisa, minhas observações sobre a casa, se já visitei e até se eu já a eliminei.

Ainda não visitei nenhuma casa. Estou buscando orçamentos para depois decidir aonde vou visitar.

casamento

Ah, muito importante antes de solicitar um orçamento, monte uma listinha de convidados. Completamente informal, não definitiva, apenas pra você ter idéia da quantidade de convidados.

Eu, por exemplo, só pretendo que seja em 2015. A maioria ainda não tem tabela de preços para 2015 e me responde que não tem preço. Isso me irrita profundamente, porque se ainda não tem pra 2015, manda a última data disponível em tabela. Estou apenas pesquisando, os preços variam, mas não tanto.

Então já preparei um textinho falando que pretendo me casar em 2015, mas se não tiver em tabela que me mande o preço que ainda tem em tabela apenas para que eu tenha uma idéia. Prontinho, só mando isso para as casas e nunca mais me estresso.

Mas não são todas que respondem aos e-mails. Outra coisa que não entendo: Como, nos dias de hoje, algumas casas não se preocupam em ter site, colocar fotos dos eventos e/ou verificar constantemente os e-mails?

Enfim, a parte boa é que vejo cada coisa maravilhosa, que eu fico louca e sonhando com o meu dia. Mas a maioria dessas casas lindíssimas está completamente fora do meu orçamento.

Inclusive, o que tem de gente querendo que eu desista dessa idéia não está no gibi.

Dizem que é futilidade. Que é apenas um dia. Que com esse dinheiro, eu faço uma viagem fantástica, faço não sei o que, faço não sei o que mais.

Confesso que isso me desanima horrores. Mas nada, nada vai me fazer desistir do MEU sonho.

Lembro de quando minha mãe tinha uma empresa de aluguel de toalha de mesas e íamos montar casamentos numa casa de festas maravilhosa. Lá é casamento de princesa. A noiva chega de carruagem. Eu sempre dizia: “Um dia ainda vou casar aqui……….com o HENRI CASTELLI!” hahahaha

Ok, a parte do Henri eu deixei de lado. Já tenho meu próprio princípe.

Beijos

Se você tiver alguma sugestão, dicas sobre casamentos, quiser que eu envie a planilha de casa de festas do Rio que eu montei ou falar sobre qualquer outro assunto, só mandar um e-mail para fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Boazinha

O que me detonou: Mau humor, sono, cansaço

O que fiz de bom por mim: Ontem fui ao cine com o príncipe. Distraí a cabeça, ri muito.

abril 17, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #75 – Meu passado no meu presente

Ontem foi o casamento de uma amiga minha.

Amiga há quase 15 anos.

PEDRO II

Estudamos juntas, viajamos juntas, íamos a matinê juntas e quando completamos 16 já podíamos frequentar a night “adulta” dessa mesma boate. Batíamos ponto lá todos os sábados.

CP2

Quando ela operou, eu ia levar a matéria da aula pra ela na casa dela e deixei de sair todos os finais de semana pra ficar com ela até ela ficar boa.

Quando eu fiquei doente, sem poder ir à aula por 15 dias, ela foi a única que foi me visitar pra saber se tava tudo bem.

COLÉGIO PEDRO II

Na véspera de natal ela sempre passava lá na minha casa à tardinha pra deixar meu presente de natal e desejar um feliz natal.

Quando o cachorro querido dela morreu, ela tava lá em casa.

A gente se formou no colégio. Faculdade nova, mundo novo, amigos novos. Cada uma seguiu seu caminho inevitavelmente. E mesmo morando muito perto, quase não nos víamos mais.

Mas ontem, ela entrando de noiva, toda linda, meus olhos encheram d’água. O filme de todos esses momentos passou bem na minha frente.

NOIVA

É, agora a gente é adulta.

Nosso grupinho de adolescentes (já falei dele aqui) é o “Friends Forever”. E levamos isso a risca. Mesmo sem nos falar todos os dias, procuramos nos encontrar quando podemos, e quando nos encontramos é exatamente igual de quando tínhamos 13/14 anos.

1187023729_f

Tenho vontade de colocá-las todas num potinho e falar: Daqui vocês não saem mais, não quero correr o risco de ficar sem vocês mais tempo. Quero viver todos os momentos de vocês e quero que vocês estejam presentes em todos os meus momentos.

Ontem foi lindo demais. Quase todas com seus namorados/noivos. Eles interagindo entre si. Todos felizes. Parecia final de novela, sabe? Que tem sempre um casamento e as pessoas se reencontram felizes.

Quero, de coração, que minha amiga seja eternamente feliz com o agora marido dela. Quero isso não só pra ela, mas para todas as “Friends Forever”.

Friends Forever

E as lembranças de tudo, cada segundo vivido juntos, não saiam jamais de dentro da gente. Porque é isso que nos faz ser amigas.

Ontem me fez pensar o quanto é bom e o quanto é importante você conservar antigas amizades. O quanto é bom saber que você conquistou uma coisa tão difícil que é hoje em dia.

Amigos hoje parecem que são descartáveis. Que você os “usa” enquanto lhe é conveniente, depois de um tempo esfria e você faz um outro amigo que substitui esse.

Fazer novos amigos é maravilhoso, mas olhar pra trás e ver que você pode não ter feito tudo certo, mas que aqueles poucos te apoiaram (mesmo não concordando com o que você fizesse sempre) e continuam com você é incomparável.

Meu conselho de hoje é que se você tem um amigo antigo, que não fala há muito tempo, dá um alô. Liga, manda sms, recado no Facebook. Só pra dar um “oi”, só pra ele ter certeza que você ainda tá aí.

Beijos 😉

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Perceber que me afastei de muita gente importante

O que fiz de bom por mim: Me mostrando presente, mesmo de longe

março 24, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #73 – Somente o que me faz bem

Que 2013 seria um ano de mudanças, eu tinha comentado já por aqui. Mas que minha vida toda mudaria completamente já no primeiro mês, nem sonhava.

Desde que minha sogra faleceu, no início de Novembro do ano passado, que eu não fui mais embora da casa do namorado.

No início tinha medo de deixá-lo sozinho e ele desabar, daí fui ficando, ficando e quando nos vimos estávamos comprando cama de casal e mesa pra casa.

Mas sempre vamos lá pra minha casa. Pelo menos uma vez na semana dormimos lá.

Desde novembro minha mãe me liga perguntando quando eu vou voltar.

O problema é rotular. Por que eu PRECISO estar morando com ele OU estar morando na minha casa? Enfim, resolvi falar pra ela que eu não iria voltar, que agora moro aqui com meu namorado.

Ela ficou super revoltada porque eu não sentei pra conversar com meu pai e com ela mesma (no fundo os dois já sabiam, só não queriam assumir, estavam esperando eu “oficializar”), depois ficou revoltada porque eu não fiz um Chá de Panela (acredita? rs). Lembrei à ela que não estou casando, estou apenas morando com ele. Que quero casar direitinho, me vestir de noiva, fazer festa (é meu sonho) e que quando isso acontecer, ela poderá organizar o chá de panela, chá de lingerie, chá bar, tudo que tem direito.

No final da conversa, ela disse que quando eu precisar, ela estaria ali. Desliguei chorando e chorei pelo resto do dia.

Tatuagem com o nome da minha mãe

Tatuagem com o nome da minha mãe

Como se desvincular é difícil. “Desvincular” não é a palavra correta, porque não é preciso isso. O correto seria como é difícil sair debaixo da barra da mãe. Ninguém me contou essa parte.

Os outros dias seguintes foram bem difíceis pra mim, chorava bastante com saudade da minha mãe. Apesar de estar morando bem pertinho, só o fato de saber que não vou vê-la chegar em casa do trabalho e nem vou acordar de manhã com o cheiro do perfume dela na sala, isso estava cortando meu coração.

Fui convivendo com isso até que meu foco mudou e meu rumo também. Saí do trabalho no qual estava há 2 anos. Acredito e sempre digo isso pra todo mundo, todo trabalho é válido. Por mais nada a ver que ele seja com a sua área, você sempre aprende muita coisa com seu emprego. Coisas que você vai levar pra sempre na sua vida profissional e na sua vida pessoal.

Mas chegou a minha hora e resolvi correr atrás do que eu gosto. Estou abrindo uma empresa com uma amiga. Vamos tirar fotos de bebês, crianças e gestantes. Além de prepararmos lembrancinhas personalizadas para festas infantis. Sempre amei fotografia, organização de festas. Sem contar o quanto sou apaixonada por crianças e o quanto admiro mulheres grávidas. Estou muito empolgada e em breve coloco novidades sobre esse projeto por aqui. Até mesmo para vocês conhecerem um pouco mais e, quem sabe, seguirem as atualizações de nossos trabalhos.

Resolvi também me dedicar mais ao meu Bazar. Pra quem tenha interesse, curte lá: https://www.facebook.com/BazarTaTudoEntreAmigos Temos novidades quase todos os dias. Coisas novas e usadas. Num preço super bacana

Na onda de só quero esse ano o que é bom pra mim, tranquei minha faculdade numa universidade cara e que não tem o mínimo de respeito com o aluno. Ao meu entender, para a faculdade, o aluno é um cliente. Se esse cliente me paga e me paga bem, eu tenho que, no mínimo, tratar ele bem, atender às solicitações dele, etc. Mas, infelizmente, não é isso que acontece. Por esse motivo, amanhã mesmo estarei me matriculando em outra faculdade e vou fazer de tudo para que eu consiga me formar ainda este ano. Vou me empenhar ao máximo, vamos ficar na torcida.

Pra fechar esse mês de Janeiro com chave de ouro, dia 30 foi meu aniversário. Fomos jantar na minha casa (a da minha mãe) e quando eu cheguei em casa (do meu namorado) tinham flores (amarelas, as minhas preferidas) me esperando, com uma carta que me fez chorar litros. Entro no quarto ele está parado com uma caixinha na mão.

Nossas alianças

Nossas alianças

Sim, eu fui pedida em casamento! Chegou a minha vez, agora eu sou uma noiva e a mulher mais feliz do mundo.

Contei para minha mãe e ela disse que ele teria que pedir ao meu pai. Hoje fomos almoçar com meus pais, o pai dele, minhas avós e meus primos. O pedido não rolou (acho que ele preferia não casar do que ter que ficar em pé no bar, fazer discurso e pedir minha mão ao meu pai…rs), mas só de estar com todos eles ali juntos e me apoiando, foi bem importante.

Bom, pra terminar esse post e as mudanças na minha vida. Eu tinha um blog de menininha, que eu postava dicas de moda, saúde, beleza, etc. Me dedicava bastante, mas ano passado resolvi parar de escrever por falta de tempo e até de vontade. Na semana passada cheguei a solicitar o cancelamento da FanPage desse blog, mas essa solicitação demora 14 dias. Graças à Deus demora esse tempo todo. Ontem me deu um estalo e cancelei essa solicitação. Vou voltar a escrever lá.

eu

Caso você se interesse à ler essas dicas: http://pecadofashion.blogspot.com.br

Vou fazer algumas mudanças por lá ainda essa semana. Posts novos estarão sempre indo ao ar.

E a FanPage é a https://www.facebook.com/BlogPecadoFashion

ps: Todas as fotos desse post foram tiradas hoje enquanto eu postava aqui, pelo namorado, ops…pelo meu NOIVO!

Beijos 🙂

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Agora terei mais tempo (espero eu) para respondê-los. Peço somente que tenham paciência comigo 🙂

Autoestima de hoje: Mais alta impossível

O que me detonou: Ansiedade

O que fiz de bom por mim: Deixando na minha vida somente o que me faz bem

fevereiro 3, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 3 comentários.

Dia #30 – Heranças do colégio

Sei que fiquei de vir aqui no domingo contar sobre o casamento que teve no sábado, mas acordei muito gripada. Aí fiquei deitada o domingo todo. Sabe quando tu fica naquele dorme e acorda o dia todinho? Esse foi meu domingo. E ontem cheguei do trabalho e caí na cama direto.

Mas bem, o casamento foi ótimo. Encontrei muitos amigos do colégio, várias lembranças gostosas e com elas, as risadas. Tiramos algumas fotos e ficamos com gostinho de quero mais.

Meu amigo, o noivo, tava super nervoso. Eu combinei com ele que se ele quisesse desistir, que fizesse um sinal pra mim do altar que eu dava um jeito de parar a cerimônia, mas, felizmente, não foi necessário.

Ai, que saudade da escola. Que saudade de tudo isso. Que saudade desses amigos presentes em todos os meus dias.

Deus, você deixa eu voltar só um dia no passado? Vestir aquele uniforme do Pedro II? Usar aquele emblema no peito? Sentir aquele cheirinho do colégio?

Poxa, se eu pudesse. Se arrependimento matasse, eu já estava morta. Morta de tanto me arrepender de não ter aproveitado mais aquela época, de não valorizar tanto meu tempo de colégio.

Voltando ao casamento, como não podia deixar de ser, no final todos falamos: Vamos marcar de nos encontrar mais vezes! Vamos! Mas vamos mesmo, hein!

E quem será que vai tomar a iniciativa de marcar MESMO alguma coisa? rsrs. Eu aposto na idéia de que vamos nos encontrar ou no próximo casamento ou na festa de 1 ano do primeiro filho do casal.

Autoestima de hoje: Média

O que me detonou: Desânimo

O que fiz de bom por mim: Tentando me empolgar com novos projetos

julho 30, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.