Dia #98 – Meu diário de gravidez

Dia 30/01, foi meu aniversário. Eu amo fazer aniversário. E esse ano foi com gostinho especial. Meu presentinho, que completou 21 semanas nessa quarta-feira.

Já passamos da metade. Meu príncipe chega no meio de Junho, talvez em dia de São João (por isso o nome dele). Apesar de contarmos 9 meses de gestação. O correto são 40 semanas de gestação (algumas pessoas dizem 42, mas vou me informar direito com a minha médica nesse mês). O que completa quase 10 meses.

Tudo que podia acontecer, já aconteceu. Tive muito enjôo nos 3 primeiros meses, tenho muita azia, espinha, estrias já estão nascendo na barriga (mesmo eu passando óleo 2x ao dia). Pra completar, no dia 04/01, eu estava descendo as escadas, escorreguei no chinelo e bati com o coquix na quina da escada. Uma dor insuportável. Não conseguia nem ir ao banheiro sozinha, muito menos sentar. Estava de licença e só voltei a trabalhar agora, dia 28/01.

Ainda não sento direito, só na pontinha da cadeira ou de lado. Ainda sinto muitas dores à noite. Mas já to bem melhor.

Minha médica disse que eu posso ter fraturado o coquix, mas isso a gente nunca vai saber. Porque, por conta da gravidez, não posso fazer raio x. E mesmo que tivesse fraturado, não tem como engessar. Também não posso tomar nenhum antiinflamatório para melhorar mais rápido. Só muito gelo e novalgina pra aliviar (bem pouquinho) as dores.

Andei pesquisando e machucar o coquix é uma das piores coisas que tem. Porque o coquix não serve pra nada, só pra doer. rs

Bom, mas voltando pra parte boa. Um dia acordei e minha barriga tinha crescido absurdamente. É sério, foi do nada mesmo.

gravida

Foto hoje antes de sair de casa

 

A barriga é bem pesada, não só por conta do bebê, mas por conta de todo o líquido que tá dentro do útero. Pra ajudar, eu comprei uma faixa que é “Deus na Terra”. Ela segura a barriga e alivia o peso a e dor na hora.

gravidez-faixa

 

A que eu comprei foi esse modelo que custou por volta de R$60,00. Comprei no Shopping 45 (Tijuca), numa loja de gestante que tem no 1º andar (também tem uma loja de gestante no subsolo).

Só que, além de não ser nada confortável, tem 1 problema muito sério. Ela solta enquanto a gente anda. Isso é uma droga, porque você tá no meio da rua e do nada a parada solta.

Eu vou costurar uns ganchinhos pra prender melhor. Mas se alguém tiver dicas de outros modelos que são mais confortáveis e não soltem, por favor, me digam.

Tô amando essa fase, to curtindo muito meu barrigão. Converso muito com meu príncipe João, faço muito carinho nele.

É uma ligação tão forte. Eu sinto quando ele está prestes a se mexer. Isso é uma delícia. Ainda não dá pra sentir colocando a mão, só por dentro mesmo.

Mas essa semana o ‘príncipe pai’, conseguiu sentir uma cosquinha quando encostou a mão. Ele ficou todo bobo, parecia uma criança recebendo cosquinha na mão. É tão bom ver esse amor crescendo cada vez mais. Entre nós três.

Eu tô muito ansiosa e essa ansiedade só aumenta. Esses dias, sonhei que o João nascia e não tinha nada pronto ainda. Nem quarto, nem bolsa, nem nada. Eu ficava angustiada no sonho.

Mas deve ser porque ando com o sentimento que ele não vai esperar até Junho. Não são pensamentos negativos, não. Também não sei explicar o que é, eu apenas sinto isso, como eu sentia que seria menino.

O Leandro disse que eu tenho que controlar minha ansiedade, até roer unha eu tô roendo, mas como eu vou fazer isso?

É tanta coisa na cabeça. Será que vou dar conta do recado?

Um amigo me disse no final de semana que tem certeza que eu vou ser uma mãezona e foi a melhor coisa que alguém disse pra mim nos últimos tempos. Porque farei de tudo pra ser uma mãezona.

Um beijo,

Nanda 🙂

Não esqueça de acompanhar a gente no Facebook. Curte lá:http://facebook.com/365diasmeamando

Para quem quiser falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail éfernanda_carvalho@globo.com. Respondo todos os e-mails que vocês me mandam ;)

Autoestima de hoje: Maravilhosa. Tô inchada, cheia de espinha, com a raiz do cabelo gigante, mas me achando linda 

O que me detonou: Trabalho só

O que fiz de bom por mim: Fui fazer os exames que estou enrolando desde novembro pra fazer

fevereiro 7, 2014. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #75 – Meu passado no meu presente

Ontem foi o casamento de uma amiga minha.

Amiga há quase 15 anos.

PEDRO II

Estudamos juntas, viajamos juntas, íamos a matinê juntas e quando completamos 16 já podíamos frequentar a night “adulta” dessa mesma boate. Batíamos ponto lá todos os sábados.

CP2

Quando ela operou, eu ia levar a matéria da aula pra ela na casa dela e deixei de sair todos os finais de semana pra ficar com ela até ela ficar boa.

Quando eu fiquei doente, sem poder ir à aula por 15 dias, ela foi a única que foi me visitar pra saber se tava tudo bem.

COLÉGIO PEDRO II

Na véspera de natal ela sempre passava lá na minha casa à tardinha pra deixar meu presente de natal e desejar um feliz natal.

Quando o cachorro querido dela morreu, ela tava lá em casa.

A gente se formou no colégio. Faculdade nova, mundo novo, amigos novos. Cada uma seguiu seu caminho inevitavelmente. E mesmo morando muito perto, quase não nos víamos mais.

Mas ontem, ela entrando de noiva, toda linda, meus olhos encheram d’água. O filme de todos esses momentos passou bem na minha frente.

NOIVA

É, agora a gente é adulta.

Nosso grupinho de adolescentes (já falei dele aqui) é o “Friends Forever”. E levamos isso a risca. Mesmo sem nos falar todos os dias, procuramos nos encontrar quando podemos, e quando nos encontramos é exatamente igual de quando tínhamos 13/14 anos.

1187023729_f

Tenho vontade de colocá-las todas num potinho e falar: Daqui vocês não saem mais, não quero correr o risco de ficar sem vocês mais tempo. Quero viver todos os momentos de vocês e quero que vocês estejam presentes em todos os meus momentos.

Ontem foi lindo demais. Quase todas com seus namorados/noivos. Eles interagindo entre si. Todos felizes. Parecia final de novela, sabe? Que tem sempre um casamento e as pessoas se reencontram felizes.

Quero, de coração, que minha amiga seja eternamente feliz com o agora marido dela. Quero isso não só pra ela, mas para todas as “Friends Forever”.

Friends Forever

E as lembranças de tudo, cada segundo vivido juntos, não saiam jamais de dentro da gente. Porque é isso que nos faz ser amigas.

Ontem me fez pensar o quanto é bom e o quanto é importante você conservar antigas amizades. O quanto é bom saber que você conquistou uma coisa tão difícil que é hoje em dia.

Amigos hoje parecem que são descartáveis. Que você os “usa” enquanto lhe é conveniente, depois de um tempo esfria e você faz um outro amigo que substitui esse.

Fazer novos amigos é maravilhoso, mas olhar pra trás e ver que você pode não ter feito tudo certo, mas que aqueles poucos te apoiaram (mesmo não concordando com o que você fizesse sempre) e continuam com você é incomparável.

Meu conselho de hoje é que se você tem um amigo antigo, que não fala há muito tempo, dá um alô. Liga, manda sms, recado no Facebook. Só pra dar um “oi”, só pra ele ter certeza que você ainda tá aí.

Beijos 😉

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Maravilhosa

O que me detonou: Perceber que me afastei de muita gente importante

O que fiz de bom por mim: Me mostrando presente, mesmo de longe

março 24, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #64 – Essa tal de testosterona

Recentemente fiz uma descoberta master: HOMEM TAMBÉM TEM TPM! Ô se tem! Ai de quem diga que não.

Podem reparar que eles têm época no mês que estão sensíveis demais, época que estão agressivos. Cuidado que a TPM masculina tende a ser muito pior que a feminina.

Claro que isso tudo não passa de uma brincadeira, apesar de realmente terem dias que parecem mesmo que estão na TPM. Mas para você que acha que esse lance de autoestima é coisa de mulher, está completamente enganado.

Tenho duas provas vivas disso.

O primeiro é um amigo que um dia me disse que estava chateado, quando perguntei se ele queria conversar. Ele disse que estava se sentindo igual a mim quando comecei esse blog. Ou seja, ele tava se sentindo péssimo, porque quando comecei esse blog, eu estava um caco.

Que no dia anterior, foi escolher uma roupa para sair, mas nenhuma cabia nele e as que cabiam, não ficavam bonitas. Meu Deus! Então não é privilégio das mulheres isso?

Perdi as contas de quantas vezes passei por isso. Tipo…..todas as vezes que tenho que sair de casa. Tá, é exagero. Mas qual foi a mulher que nunca olhou pro guarda roupa cheio e disse que não tem roupa para ir a tal lugar?

Isso realmente deixa a gente péssima e, para a minha surpresa, não é diferente com os homens.

Ele ficou muito chateado e parece que quando você não está num bom dia, as coisas começam a te irritar, né? Acabou que brigou em casa, brigou no trabalho e ficou pior do que já estava.

Bom, já o segundo amigo, estava mais gordinho e resolveu fazer uma dieta, malhar. Hoje ele está visivelmente mais magro e, com isso, as pessoas comentam, elogiam.

Apesar de não sermos muito íntimos, sou de reparar muito no comportamento das pessoas, nas atitudes. É uma mania minha. E, nossa! Ele está outra pessoa! Dá pra ver como ele tá mais animado, sabe?! Posta mais fotos no Facebook e nas fotos você percebe que ele tá realmente mais feliz.

E não tô falando que ele tá mais feliz porque está magro. Bem longe disso! Ele tá mais feliz porque ele tá satisfeito com ele mesmo. E ele estando bem consigo mesmo, passa isso para as pessoas que acabam por elogiá-lo. Isso é realmente muito legal.

Acredita em mim, quando você tá bem com você, quando tá feliz com o que você é, as coisas começam a fluir bem demais.

Coisas ruins vão acontecer, claro! Como diria Carlos Drummond de Andrade, que por acaso faria 110 anos hoje, “a dor é inevitável, o sofrimento é opcional”. Eu optei por não sofrer.

Faça um bem à sua vida, se ame mais! Eu estou me amando há 64 dias 🙂

Beijos

Para falar comigo sobre qualquer coisa, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Altíssima
 
O que me detonou: Como sempre, trabalho! 

O que fiz de bom por mim: Aprendi a me amar

outubro 31, 2012. Tags: , , , , , , , . Uncategorized. 2 comentários.