Dia #73 – Somente o que me faz bem

Que 2013 seria um ano de mudanças, eu tinha comentado já por aqui. Mas que minha vida toda mudaria completamente já no primeiro mês, nem sonhava.

Desde que minha sogra faleceu, no início de Novembro do ano passado, que eu não fui mais embora da casa do namorado.

No início tinha medo de deixá-lo sozinho e ele desabar, daí fui ficando, ficando e quando nos vimos estávamos comprando cama de casal e mesa pra casa.

Mas sempre vamos lá pra minha casa. Pelo menos uma vez na semana dormimos lá.

Desde novembro minha mãe me liga perguntando quando eu vou voltar.

O problema é rotular. Por que eu PRECISO estar morando com ele OU estar morando na minha casa? Enfim, resolvi falar pra ela que eu não iria voltar, que agora moro aqui com meu namorado.

Ela ficou super revoltada porque eu não sentei pra conversar com meu pai e com ela mesma (no fundo os dois já sabiam, só não queriam assumir, estavam esperando eu “oficializar”), depois ficou revoltada porque eu não fiz um Chá de Panela (acredita? rs). Lembrei à ela que não estou casando, estou apenas morando com ele. Que quero casar direitinho, me vestir de noiva, fazer festa (é meu sonho) e que quando isso acontecer, ela poderá organizar o chá de panela, chá de lingerie, chá bar, tudo que tem direito.

No final da conversa, ela disse que quando eu precisar, ela estaria ali. Desliguei chorando e chorei pelo resto do dia.

Tatuagem com o nome da minha mãe

Tatuagem com o nome da minha mãe

Como se desvincular é difícil. “Desvincular” não é a palavra correta, porque não é preciso isso. O correto seria como é difícil sair debaixo da barra da mãe. Ninguém me contou essa parte.

Os outros dias seguintes foram bem difíceis pra mim, chorava bastante com saudade da minha mãe. Apesar de estar morando bem pertinho, só o fato de saber que não vou vê-la chegar em casa do trabalho e nem vou acordar de manhã com o cheiro do perfume dela na sala, isso estava cortando meu coração.

Fui convivendo com isso até que meu foco mudou e meu rumo também. Saí do trabalho no qual estava há 2 anos. Acredito e sempre digo isso pra todo mundo, todo trabalho é válido. Por mais nada a ver que ele seja com a sua área, você sempre aprende muita coisa com seu emprego. Coisas que você vai levar pra sempre na sua vida profissional e na sua vida pessoal.

Mas chegou a minha hora e resolvi correr atrás do que eu gosto. Estou abrindo uma empresa com uma amiga. Vamos tirar fotos de bebês, crianças e gestantes. Além de prepararmos lembrancinhas personalizadas para festas infantis. Sempre amei fotografia, organização de festas. Sem contar o quanto sou apaixonada por crianças e o quanto admiro mulheres grávidas. Estou muito empolgada e em breve coloco novidades sobre esse projeto por aqui. Até mesmo para vocês conhecerem um pouco mais e, quem sabe, seguirem as atualizações de nossos trabalhos.

Resolvi também me dedicar mais ao meu Bazar. Pra quem tenha interesse, curte lá: https://www.facebook.com/BazarTaTudoEntreAmigos Temos novidades quase todos os dias. Coisas novas e usadas. Num preço super bacana

Na onda de só quero esse ano o que é bom pra mim, tranquei minha faculdade numa universidade cara e que não tem o mínimo de respeito com o aluno. Ao meu entender, para a faculdade, o aluno é um cliente. Se esse cliente me paga e me paga bem, eu tenho que, no mínimo, tratar ele bem, atender às solicitações dele, etc. Mas, infelizmente, não é isso que acontece. Por esse motivo, amanhã mesmo estarei me matriculando em outra faculdade e vou fazer de tudo para que eu consiga me formar ainda este ano. Vou me empenhar ao máximo, vamos ficar na torcida.

Pra fechar esse mês de Janeiro com chave de ouro, dia 30 foi meu aniversário. Fomos jantar na minha casa (a da minha mãe) e quando eu cheguei em casa (do meu namorado) tinham flores (amarelas, as minhas preferidas) me esperando, com uma carta que me fez chorar litros. Entro no quarto ele está parado com uma caixinha na mão.

Nossas alianças

Nossas alianças

Sim, eu fui pedida em casamento! Chegou a minha vez, agora eu sou uma noiva e a mulher mais feliz do mundo.

Contei para minha mãe e ela disse que ele teria que pedir ao meu pai. Hoje fomos almoçar com meus pais, o pai dele, minhas avós e meus primos. O pedido não rolou (acho que ele preferia não casar do que ter que ficar em pé no bar, fazer discurso e pedir minha mão ao meu pai…rs), mas só de estar com todos eles ali juntos e me apoiando, foi bem importante.

Bom, pra terminar esse post e as mudanças na minha vida. Eu tinha um blog de menininha, que eu postava dicas de moda, saúde, beleza, etc. Me dedicava bastante, mas ano passado resolvi parar de escrever por falta de tempo e até de vontade. Na semana passada cheguei a solicitar o cancelamento da FanPage desse blog, mas essa solicitação demora 14 dias. Graças à Deus demora esse tempo todo. Ontem me deu um estalo e cancelei essa solicitação. Vou voltar a escrever lá.

eu

Caso você se interesse à ler essas dicas: http://pecadofashion.blogspot.com.br

Vou fazer algumas mudanças por lá ainda essa semana. Posts novos estarão sempre indo ao ar.

E a FanPage é a https://www.facebook.com/BlogPecadoFashion

ps: Todas as fotos desse post foram tiradas hoje enquanto eu postava aqui, pelo namorado, ops…pelo meu NOIVO!

Beijos 🙂

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Agora terei mais tempo (espero eu) para respondê-los. Peço somente que tenham paciência comigo 🙂

Autoestima de hoje: Mais alta impossível

O que me detonou: Ansiedade

O que fiz de bom por mim: Deixando na minha vida somente o que me faz bem

Anúncios

fevereiro 3, 2013. Tags: , , , , , , , , , , , . Uncategorized. 3 comentários.