Dia #70 – Obrigada por tudo, 2012

É, o ano tá acabando.

Com certeza, 2012 foi o ano mais intenso da minha vida.

O ano que experimentei muitas sensações. Experimentei os extremos das sensações, na verdade.

Um ano de perdas irreparáveis. Dói o coração só de pensar.

Mas foi também um ano de ganhos inestimáveis. Dói mais ainda o coração de tanta coisa boa dentro dele.

Sabe, todos os dias em que eu acordo eu agradeço à Deus por estar viva. E todas as noites, antes de dormir, agradeço à Ele por tudo que me aconteceu durante o dia.

Não quero falar sobre religião aqui, mas do mesmo jeito que eu agradeço à Deus, você pode agradecer somente à vida.

Thank You

Sim, eu agradeço até as coisas ruins que acontecem na minha vida. Sei que nada acontece por acaso e sei que se algo está acontecendo comigo é porque preciso passar por isso e que vou levar alguma coisa de boa. Sei também que nenhuma coisa ruim acontece sem que uma coisa boa esteja esperando por mim.

E não posso ser injusta com 2012. Preciso agradecer à ele todas essas coisas ruins, todas essas perdas. Preciso agradecer por tudo isso que me fazer crescer, amadurecer, ser uma pessoa bem melhor do que era em 2011. Se coisas ruins não tivessem acontecido comigo este ano, muita coisa boa não teria acontecido também. Esse blog não existiria, não estaria com um homem maravilhoso ao meu lado, não teria conhecido pessoas mais do que especiais na minha vida.

Não sei se é só comigo, se sou uma espécie de louca ou sei lá o quê. Mas todo final de ano fico muito sensível. Fico pensativa, bem mais carinhosa. Na semana do natal e na do ano novo, amo todo mundo. rsrs.

Sempre fico refletindo muito nessa época, refletindo sobre o que aconteceu, mas principalmente, no que vai acontecer.

Tenho planos grandiosíssimos para 2013 e prometo à mim mesma que vou lutar com todas as minhas forças para que eles se concretizem.

Queria pedir à cada um de vocês que façam o mesmo. Que reflitam sobre esse ano que está acabando, sobre tudo que ocorreu, agradeça por tudo (inclusive pelo mundo não ter acabado no dia 21/12 rs) e leve algum ensinamento de tudo isso. Mas, que mais importante do que refletir sobre o que passou, vamos planejar o melhor de nós mesmos para 2013. Não vamos deixar na listinha de “planos para o ano que vem que vou esquecer na primeira quinzena de janeiro”. Vamos lutar por eles, só vamos descansar quando todos eles tivessem concretizados ou encaminhados.

Porque, infelizmente, não podemos voltar atrás e fazer um novo 2012. Mas podemos começar agora e fazer um excelente 2013.

Beijos 🙂

Para falar comigo sobre qualquer assunto, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Altíssima

O que me detonou: Algumas coisas continuam não dando certo e eu tô ficando cansada

O que fiz de bom por mim: Ainda não me dei por vencida, algumas coisas já até foram resolvidas

Anúncios

dezembro 28, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.

Dia #69 – É sonho? Não me acorda!

Oi, gente! Vocês me perdoam pelo sumiço?

Viajei para Nova York dia 05/12, fiquei lá uns 10 dias e desde que cheguei foi uma correria só com as coisas acumuladas, festas de final de ano e tudo mais.

Essa viagem foi a realização de um sonho. O primeiro sonho que realizei. Nunca soube antes como era a sensação de poder realizar um sonho. E não adianta eu tentar, a sensação é indescrítivel.

Times Square

Times Square

Conhecer cada cantinho, cada novidade, se fascinar com cada detalhe. A decoração de natal, as luzes dos outdoors, o quão avançados eles estão de nós, os cenários que sempre vemos em filmes e seriados, nossa. Ficaria aqui falando horas sobre minha viagem.

Claro que nem tudo são flores, americano, por exemplo eu tô tentando descobrir se eles não gostam de turistas ou de pessoas. Pior ainda se forem pessoas turistas. Estão sempre de mal com a vida, de cara feia, te dão fora por tudo, gritam com você.

Viajei com uma amiga e com a minha mãe. Meu relacionamento com a minha mãe sempre foi meio complicado, temos gênio muito parecido, mas o pensamento e a personalidade completamente diferentes.

Rockefeller Center com a minha amiga e minha mãe

Rockefeller Center com a minha amiga e minha mãe

Nos três primeiros dias, a relação foi bem complicada. Brigávamos muito! Mas muito mesmo! Há cada 10 minutos nós duas brigávamos. Cheguei a achar que não tinha sido uma boa idéia a viagem.

Mas à partir do 4º dia eu não sei o que aconteceu, mas resolvi que essa viagem foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para nós duas.

Não sei se ela mudou, se eu mudei, se estávamos praticando a política da boa vizinhança ou tudo isso junto. Só sei que foi uma delícia depois desse dia, minha mãe ficou carinhosíssima comigo, coisa que nunca foi. Por mais que ela não goste de admitir, sempre foi um pouco fria. Eu também, preciso confessar.

Viajar é maravilhoso, NY é maravilhoso, mas nada como a nossa casa. Nos últimos dias eu já estava contando os segundos para voltar.

Coitada! Eu não sabia o que estava desejando. Se não fosse a saudade que eu tava do namorado, poderia ficar lá pra sempre. O de volta à realidade foi muito complicado, está sendo muito complicado. Sempre que saio na rua com esses 43º que está no Rio de Janeiro, eu quero me teletransportar para os 3º de NY.

Por falar em namorado, a viagem foi maravilhosa, mas eu ficava o tempo todo imaginando o quanto seria muito mais legal se ele tivesse lá comigo.

Já estamos planejando a nossa viagem juntos. Aguardem!

A gente sempre volta diferente de uma viagem. Comigo não foi diferente. Me sinto muito melhor do que quando fui.

Beijos 😉

Para falar sobre qualquer assunto comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Algumas coisas não estão dando certo

O que fiz de bom por mim: Não me dei por vencida. Só vou descansar quando resolver todos esses assuntos com glória

dezembro 27, 2012. Tags: , , , , , , , , , , , , , , . Uncategorized. Deixe um comentário.