Dia #36 – Ei, timidez eu não te escuto mais

Hoje eu tava conversando com uma menina que é uma coisa fofa. Ela tava me contando que é super apaixonada por um menino, mas os dois são super tímidos. Ela disse que nunca sabe como agir perto dele, que quando tem que falar com ele, só fala besteira e a voz sai esganiçada. Eu achei isso tudo tão fofo que soltei uma gargalhada imaginando ela tentando conversar com ele.

Ai, a timidez! Ô peste maldita que nos assombra.

Eu, por exemplo, sou mega-super-ultra tímida. Sei que se meus amigos lerem isso vão falar que eu sou a maior mentirosa da história e que timidez passa longe da minha pessoa. Mas nem é!

Sempre fui muito bicho do mato, desde criança. Nunca fui de me enturmar rápido, não participava de brincadeiras e assim fui crescendo e me saindo como a garotinha nojentinha ou até mesmo mal educada.

Nossa, são incontáveis as oportunidades legais que perdi por conta da minha timidez. Quantas coisas tive vontade de fazer, mas com vergonha acabei deixando pra lá. Eu tinha (tenho ainda, na verdade) medo do que as pessoas iriam achar, iriam falar, de qual seria a reação delas.

É uma sensação muito ruim. Você fica pensando: “Eu vou, eu vou….isso..agora…é a minha deixa….tô indo….ai….não consigo…melhor deixar”.

Com o tempo eu fui cansando disso e eu mesma me proíbi de deixar de fazer as coisas por conta da timidez, eu me forço fazer, a falar o que quero.

Não tem nenhuma fórmula secreta. É você com você mesmo. É aquele lance de autocontrole que a gente sempre fala por aqui.

Por isso que as pessoas têm a impressão de sou uma das pessoas mais extrovertidas de que existe na face da Terra, mas no fundo eu tô morrendo de vergonha.

Até hoje, qualquer coisinha me deixa rosinha (se for das brabas, eu fico roxa mesmo). E quer me deixar mais vermelha? É só falar: “Ih, você ficou até vermelha”. Pronto, eu fico mais e mais e mais e parece que vou explodir. Meu sangue chega a ficar quente.

A diferença é que isso não me vence mais, não me impede de mais nada. Óbvio que tudo com muita consciência, né?

É que nem aquela música do Jota Quest que diz, “Ei medo, eu não te escuto mais. Você não me leva nada”.

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Mais trânsito dos infernos para chegar no trabalho

O que fiz de bom por mim: Me toquei que amanhã já é sexta. Tem alguém feliz aí?

Anúncios

agosto 16, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized.

4 Comentários

  1. Gustavo replied:

    Me identifiquei demais com esse post! hahahahah

  2. Raphael replied:

    Quando eu falo q sou tímido, nego tbm diz q eu tô de sacanagem…
    Mas a timidez é “seletiva”… Tenho momentos de timidez extremaaaa!
    E isso é um saco!
    Mas tem certas horas q temos q passar por cima dela, senão as coisas não andam… Ainda mais na área amorosa… Não tem como, teeem que se falar as coisas!!

    Ótimo post, para variar!
    (e viu, continuei lendo… rs)

    • nandapereirac replied:

      hauahauahauahua Rapha, só tu mesmo!

      Ainda bem que continuou lendo. Meu leitor fiel ❤

      Gostou da foto da sobremesa?

      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: