Dia #12 – Eu não tenho nada a ver com isso

Problema é um raio de uma coisa que todo mundo tem e sempre vai ter. Mas se tem uma coisa que me tira do sério, é uma pessoa passar para todas as outras um problema que é seu, somente seu.

Briguei com a minha mãe. Ok! Quem não briga? Mas o que o meu amigo tem a ver com isso? Por que eu tenho que fechar a cara pra ele que não me fez absolutamente nada? Ou sair por aí distribuindo patadas gratuitas?

Não tô falando que você não tem o direito de ficar chateado, irritado, de mau humor. Jamais diria isso! Pelo contrário, você tem que sentir tudo isso. Precisa extravasar.

O que estou dizendo é que você não tem que descontar nada em ninguém. Até porque a outra pessoa não sabe do que está acontecendo, não te fez nada e ainda pode levar pro pessoal (e é certo que ela vai levar). Vai acabar magoando uma pessoa que a única coisa que fez a ti foi estar no lugar errado, na hora errada.

É até um pouco de burrice. Porque você podia estar aproveitando para contar dos seus problemas para seu amigo, desabafar. Garanto que ele seria a primeira pessoa à te ajudar. Se não puder ajudar, pelo menos te distrair com besteiras. E deixando-o chateado, só vai ter conquistado mais um problema na sua vida.

Eu, por exemplo, ando muito estressada. Muita coisa acontecendo em um curto espaço de tempo. Tudo isso misturado à uma TPM. Daí já sabe, né? Mas eu tento ao máximo não descontar em ninguém a minha irritação. Nesses momentos, eu prefiro até ficar calada. Algumas pessoas até confundem isso com mau humor. Mas nem é. Eu chamaria de prevenção para que não corra o risco de não me irritar com ninguém sem motivo, ou por um motivo muito besta.

Tá faltando maturidade nas pessoas para saber em quem descontar as coisas. Não estou dizendo “olha como sou madura”. Todo dia a gente amadurece um pouco, aprende um pouco. E esse é meu exercício quase que diário (um deles).

Por um mundo com menos patadas e mais compreensão. 🙂

Texto de hoje: A sua irritação não solucionará problemas… 

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Mexeram nas minhas coisas

O que fiz de bom por mim: Tentando não me irritar

Anúncios

junho 27, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized.

Deixe um comentário

Be the first to comment!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: