Dia #9 – Um domingo, um livro, um seriado e…um adeus?

Eu não costumo gostar muito de domingos, mas tô tentando achar algo mais prazeroso do que acordar às 14:30, ficar embaixo do edredom lendo livro e vendo Sex and The City (uma amiga me emprestou o box completo e desde então viciei, tô na 4 temporada) o dia todo. Se alguém souber de algo melhor que isso, me conte.

E eis que no meio da minha leitura comecei a trocar sms com uma amiga muito querida, mas que não vejo mais com tanta frequência. Ela disse que tinha uma novidade para me contar. A novidade era que ela e o noivo (a propósito, eu que sou o cupido dessa relação) irão morar em Campos porque ele foi transferido no trabalho. Ao mesmo tempo que fiquei feliz pelos dois, meu “sangue até parou de circular por alguns segundos”.

Por que é tão difícil se despedir das pessoas? Ok! A gente não se encontra muito hoje em dia, mas eu sempre soube que ela estava aqui pertinho de mim.

Ele vai em Agosto e ela vai um pouquinho depois. Tenho um tempo para digerir isso. Mas perguntei se na casa nova tinha um quarto pra mim e ela disse que claro que sim. O que me deixou mais tranquila, afinal, além de cupido eu também sou filha do casal. E eu vou tentar ir visitá-los sempre que eu puder. Até para garantir que eles não tenham usado o meu quarto como o “quartinho da bagunça”. Tô de olho, hein!

A inavitável pergunta se eles iriam casar foi feita, óbvio! Ela respondeu que por enquanto eles não têm dinheiro para o casório e que iriam apenas morar juntos.

Foi quando ela me disse que nunca tinha pensado em morar junto e que era engraçado porque sempre planejou a ordem natural das coisas: noivar, casar, morar junto e ter filhos. Eu respondi que as coisas nem sempre saem do jeito que a planeja a vida toda e lembrei do que a Carrie disse em um dos episódios de Sex and The City que vi hoje: “Vida é aquilo que acontece enquanto você faz planos”.

Por mais que os planos sejam inevitáveis, você nunca sabe o que vai acontecer amanhã. Pode ser até que aquele plano que você fez há alguns anos, hoje seja viável de cumprir, mas você nem tenha mais tanta vontade. Não tenha mais nada a ver com o que se passa na sua vida agora.

Nos exercícios diários que eu tenho feito, o de viver um dia de cada vez está incluso. Não é uma tarefa nada fácil, sempre me pego pensando no amanhã. Mas tenho sido disciplinada e quando me dou conta que estou fazendo planos absurdos, tento trocar o nome de “planos” para “desejos”. Que não estou planejando aquilo, mas desejaria muito que isso acontecesse. E se for pra acontecer, se for pra ser meu, vai ser!

Agora, se me permitem, eu tenho um box de Sex and The City me esperando.

Texto de hoje: O destino de cada um

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Uma possível despedida de uma amiga que amo muito

O que fiz de bom por mim: Curtindo meu domingo de preguiça na cama

Anúncios

junho 24, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized.

Deixe um comentário

Be the first to comment!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: