Dia #3 – Fresca ou P…?

Fui almoçar com uma amiga minha e estava contando à ela sobre uma conversa que um dia tive com o meu irmão, em que falávamos de duas namoradas de amigos dele e eu comentei que as meninas de hoje em dia são muito frescas, cheias de vontade. Foi quando ele disse o seguinte: “Mas é por isso que eu não tô namorando. Odeio mulher fresca, não tenho paciência. As mulheres maneiras são todas p…”.

Daí eu e minha amiga chegamos a conclusão que é verdade e que, hoje em dia, não existe mais meio termo. Ou é fresca ou é p…

Pensei! Pensei! Pensei! Então eu sou p…? Porque não tenho nada de fresca, isso passa longe de mim e, assim como meu irmão, não tenho paciência com frescura.

Falei para a minha amiga dessa minha conclusão ela disse ela também estava mais para p… do que fresca. E me contou de uma imagem que estava rolando na internet que achei bem legal. “Se ser cachorra é ser livre, então late que eu tô passando”. Confesso que ri alto com essa frase e achei sensacional. Concordo em número, gênero e grau.

E você? Se encaixa no grupo das frescas ou das p…?

Texto de hoje: Se ser cachorra é ser livre, então late que eu tô passando!

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Péssimo atendimento aonde fui almoçar. Detesto ser mal atendida. Tira meu humor

O que fiz de bom por mim: me inscrevi num curso de fotografia

Anúncios

junho 18, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 3 comentários.

Dia #2 – Parte 2 – Reencontros

Como sempre, algumas mudanças aconteceram nos planos do dia.

Primeiro que não achei nada para decorar de Festa Junina, daí decorei tudo rosa, com balões em formato de coração (pelo menos era para parecer um coração). Segundo, que a grávida não pode vir no chá de bebê dela. Pois é. rs

Nós sempre tentamos marcar reencontros desse nosso grupo da escola, mas nunca conseguimos reunir todas.

Mas é sempre tão gostoso esses reencontros nossos. Lembramos de fatos engraçados, tristes que aconteceram com a gente. Perguntamos se temos encontrado com alguns outros colegas da escola ou até mesmo professores. E é um clichê, mas é muito bom ver que éramos MUITO, MAS MUITO felizes e nem fazíamos idéia de disso.

E ao mesmo tempo que fiquei com esse ar de nostalgia, me sinto muito bem em saber que o tempo passa, cada um toma um rumo diferente na vida, mas nada muda entre a gente. O jeito, a aparência pode até mudar, mas a personalidade? Sempre vai ser a mesma 🙂

E no final é sempre a mesma coisa em finais de reencontros: “Vamos marcar isso com mais frequência” “Já vamos nos programar para o próximo”. Mas no fundo, ninguém marca nada e ficamos anos sem nos ver novamente.

Se eu tivesse um conselho para dar hoje? Reencontre velhos amigos, converse sobre as coisas do passado, conte à ele do seu presente e, quem sabe, planejar com ele seu futuro.

Texto de hoje: Ler é uma Viagem

Autoestima de hoje: Alta

O que me detonou: Nada mesmo

O que fiz de bom por mim: Encontrei amigos da escola

junho 18, 2012. Tags: , , , , , . Uncategorized. 4 comentários.